Covid-19: Ministério da Saúde incorpora vacinas AstraZeneca e Pfizer ao SUS

Portaria publicada nesta quarta-feira (30) no Diário Oficial da União traz a inclusão das vacinas contra Covid-19 AstraZeneca/Fiocruz e Pfizer/BioNTech, no Sistema Único de Saúde (SUS) pelo Ministério da Saúde. A medida foi tomada após parecer favorável da Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS (Conitec).

São Paulo recebe mais de um milhão de vacinas prontas contra Covid-19

Projeto que evita interrupção de repasses ao terceiro setor na pandemia vai à sanção presidencial

O Conitec assessora o Ministério da Saúde nas decisões sobre a incorporação ou alteração de tecnologias no SUS e as demandas de avaliação de tecnologias para tratamento da Covid-19 têm tido prioridade na análise. No caso dos imunizantes, são analisados pela comissão apenas os que já possuem o registro definitivo autorizado pela Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa).

Agora, os imunizantes da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da farmacêutica americana BioNTech entram efetivamente no rol de medicamentos do SUS, assim como já ocorre com a vacina da gripe, por exemplo. Com a incorporação, a Conitec reforça o reconhecimento da efetividade de ambas as vacinas.

Foto: Tânia Rêgo/Agência BrasilFoto: Tânia Rêgo/Agência Brasil


Leia mais

Leia também