Covid-19: ES supera a marca de 500 internados em UTI’s, a maior em mais de 4 meses

O Espírito Santo superou, nesta quinta-feira (17), a marca de 500 pacientes internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTI’s) exclusivas para o tratamento da covid-19, em hospitais da rede pública ou nos particulares e filantrópicos que tiveram leitos comprados pelo governo do Estado.

De acordo com o Painel Ocupação de Leitos Hospitalares, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), atualmente 509 pessoas estão internadas nessas unidades no estado, o maior número desde o dia 3 de agosto, quando havia 514 pacientes nessa situação.

Atualmente, o governo do Estado disponibiliza 617 leitos de UTI para o tratamento do novo coronavírus. Levando-se em consideração que 509 estão preenchidos por pacientes, a taxa de ocupação hoje está em 82,5%. A situação está mais crítica nas regiões central e norte, onde a taxa está em 90,91% e 89,29%, respectivamente.

Considerando os 715 leitos que o Estado oferece, com potencial para oferecer tratamento contra a covid-19, a taxa de ocupação está em 71,19%. O indicador é fundamental para estabelecer as classificações de risco de cada município capixaba. Caso essa taxa chegue a 80%, haverá apenas cidades no risco alto e moderado para a covid-19.

Atualmente, seis municípios do Espírito Santo estão classificados no risco alto para o covid-19, segundo o Mapa de Risco que passou a vigorar na última segunda-feira (14). São eles: Ecoporanga, Mantenópolis, Marilândia, Ibiraçu, Domingos Martins e Anchieta. O próximo Mapa de Risco, que vai valer na semana que vem, deve ser divulgado pelo governo do Estado nesta sexta-feira (18) ou, no máximo, no sábado (19).

Informações: Folha Vitória

Leia mais

Leia também