Covid-19: Brasil registra 737 óbitos e mais de 27 mil casos em 24h; RJ e SE mantêm tendência de aceleração na média móvel de mortes

O Brasil registrou 737 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados do Ministério da Saúde reunidos no Painel Covid-19 do portal Brasil 61.com. A média móvel de mortes completou uma semana abaixo de 700, entre os melhores patamares do ano. 

Dezessete estados tiveram tendência de queda no índice que mede a mortalidade, enquanto outros sete e o Distrito Federal tiveram estabilidade. Apenas Rio de Janeiro e Sergipe mantiveram a tendência de aceleração que apresentavam há uma semana.

Anvisa lança relatório que conta ações adotadas contra o novo coronavírus desde o início da pandemia

Rio de Janeiro anuncia terceira dose da vacinação

Foram notificados 27.345 novos casos, com isso, o número de pessoas infectadas desde o início da pandemia superou 20,8 milhões, o número de recuperados somam 19.775.873. Outros 447.192 quadros ainda estão em acompanhamento. O total de vidas perdidas chegou a 581.150. 

A taxa de letalidade média do Brasil é de 2,8%. O estado do Rio de Janeiro segue superando a média nacional com a maior taxa de letalidade do país, com 5,54%. Em seguida estão São Paulo, Amazonas, Pernambuco e Maranhão. 

Taxa de letalidade nos estados

  • Rio de Janeiro – 5,54%
  • São Paulo – 3,42%
  • Amazonas – 3,22%
  • Pernambuco – 3,19%
  • Maranhão – 2,87%
  • Pará – 2,82%
  • Goiás – 2,74%
  • Ceará – 2,58%
  • Alagoas – 2,58%
  • Paraná – 2,57%
  • Minas Gerais – 2,57%
  • Mato Grosso – 2,56%
  • Mato Grosso do Sul – 2,54%
  • Rondônia – 2,46%
  • Rio Grande do Sul – 2,43%
  • Piauí – 2,19%
  • Espírito Santo – 2,18%
  • Bahia – 2,17%
  • Sergipe – 2,16%
  • Distrito Federal – 2,13%
  • Paraíba – 2,12%
  • Acre – 2,07%
  • Rio Grande do Norte – 1,99%
  • Tocantins – 1,68%
  • Santa Catarina – 1,62%
  • Amapá – 1,60%
  • Roraima – 1,57%

Entre os municípios,  Janduís (RN) é recorde na taxa de letalidade pela Covid-19 em 87,50%. Em seguida vem São Luiz do Paraitinga (SP) com 31,33% e Boa Vista do Gurupi (MA), com 26,67%.  Trinta e um municípios têm taxas de letalidade em 0%, ou seja, não houve nenhum óbito pela doença confirmado até o momento. Entre eles estão Taipas do Tocantins (TO), Serra Azul de Minas (MG) e Santa Filomena do Maranhão (MA).

Vacinação

Com o avanço do número de casos da variante Delta, o Ministério da Saúde decidiu iniciar o calendário da terceira dose da vacina contra a Covid-19. A pasta definiu que o imunizante seria aplicado a partir do dia 15 de setembro, mas alguns estados e municípios anteciparam a data e já estão aplicando a terceira dose.

A capital goiana começa nesta quinta-feira (2) com a vacinação de  idosos que vivem em abrigos. No município de Luziânia, no Entorno Sul do estado, desde terça-feira (31) estão aplicando a 3ª dose em idosos acima de 70 anos, convocados por faixa etária definida pelo município, e pacientes imunodeprimidos a partir dos 18 anos.

Ao todo dez estados já têm planos para realizar a vacinação de reforço de seus cidadãos. Oito deles iniciam a campanha da terceira dose em setembro. São eles: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Piauí, Maranhão, Minas Gerais, Roraima e Santa Catarina.

Acesse as informações sobre a Covid-19 no seu estado e município no portal Brasil61.com/painelcovid.   

Covid-19. Foto: Agência Brasil. Covid-19. Foto: Agência Brasil.