Covid-19: 3,2 milhões de doses da vacina começam a ser distribuídas

O Ministério da Saúde recebeu, na quarta-feira (24), 3,2 milhões de doses de vacinas contra Covid-19. Do total, 2 milhões são da vacina AstraZeneca, importada da Índia, e entregues pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e 1,2 milhão são do imunizante do Instituto Butantan. A distribuição aos estados e municípios deve ocorrer nos próximos dias, de acordo com o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19.

Segundo a pasta, a chegada de mais doses permite ampliar a vacinação para outros grupos prioritários, como pessoas nas faixas etárias de 85 a 89 anos e de 80 a 84 anos, além de 3.837 indígenas e 8% dos trabalhadores da Saúde.

Novas cepas da Covid-19 acendem alerta mesmo após vacinação

Prefeitos e Congresso Nacional devem discutir auxílio emergencial e vacinação

A Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério informa que a nova remessa de doses recebidas pelo Butantan já contempla a entrega das duas doses, necessárias para a imunização completa. Por isso, os estados e municípios devem fazer a reserva do imunizante para aplicação da segunda dose, conforme o prazo recomendado de duas a quatro semanas. 

No caso da vacina da AstraZeneca, o Ministério esclarece que a segunda dose será entregue em outro momento.

Lotes vacina - Foto: Agência de Notícias do Paraná

Leia mais

Leia também