Corpo de Bombeiros Militar forma 36 novos soldados da Corporação

Foto: Hélio Filho/Secom

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Espírito Santo (CBMES) realizou, na manhã desta quarta-feira (28), a solenidade de formatura da turma do Curso de Formação de Soldados 2020. Ao todo, 36 novos soldados passam a integrar as fileiras da Corporação. O evento militar foi realizado no Centro de Ensino e Instrução de Bombeiros (CEIB), localizado no município da Serra, com a presença do governador Renato Casagrande e outras autoridades.

Os novos soldados iniciaram o curso de formação no dia 06 de janeiro de 2020, com previsão de formatura para 20 de dezembro do mesmo ano. No entanto, a pandemia do novo Coronavírus (Covid-19) provocou a suspensão de aulas por alguns meses, adiando a conclusão do curso. Durante a pandemia, os alunos foram empenhados em diversas ações de enfrentamento à doença, somando forças ao Governo do Estado neste momento delicado vivido pela sociedade capixaba.

O Curso de Formação de Soldado Bombeiro Militar (CFSd BM) tem carga horária de 1.700 horas e é a preparação para desempenhar as variadas missões que podem ser atribuídas a um bombeiro militar. Os novos soldados participaram de extensa grade curricular, incluindo módulos de disciplinas operacionais, como desastres urbanos, atendimento pré-hospitalar, incêndio estrutural, incêndio florestal, salvamento aquático, salvamento terrestre, salvamento em alturas, resgate em regiões alagadiças, corte de árvores em risco, atendimento a ocorrências de produtos perigosos e defesa civil.

Em sua fala, o governador Renato Casagrande destacou o trabalho de reestruturação do Corpo de Bombeiros nos últimos anos, incluindo a formação de novos soldados e outros investimentos.  “No ano passado formamos 186 soldados e agora mais 36. Quando cheguei ao Governo em 2011, uma das minhas tarefas era recuperar a área de segurança pública e recuperamos. Voltamos em 2019 e encontramos o mesmo cenário, com a área da segurança destruída. E nós estamos, de novo, recuperando a estrutura da segurança pública e entregaremos em 2022 uma estrutura renovada e vocês são parte dessa renovação”, afirmou.

Casagrande também se dirigiu aos novos soldados, parabenizando-os pela conquista e ressaltando a importância da Corporação para toda a sociedade. “Queria dizer aos formandos que a responsabilidade que vocês têm quando entram em uma instituição de tanto respeito, é de manter esse respeito perante a sociedade. Nos desafios que enfrentam, como em desastres climáticos ou numa pandemia como essa, em que os Bombeiros são protagonistas. A exemplo do que ocorre agora no enfrentamento à pandemia com o importante trabalho de fiscalização e gestão do Mapa de Risco. A fiscalização é um trabalho duro, pois temos uma sociedade tensionada e vocês – com muito tato – têm coordenado esse trabalho”, observou o governador.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho, orientou que os alunos fizessem uma reflexão sobre o papel que estão assumindo na sociedade: “Você é um servidor público militar, e o nome diz, você entrou para servir o cidadão capixaba. Isso não pode ser diferente em momento nenhum. Então, digo, Deus em primeiro lugar, sua família e a sociedade. Você honrando essas três instituições, não tenho dúvida que você será um militar de muito sucesso.”

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre Cerqueira, falou sobre o momento delicado que o mundo passa devido à pandemia, bem como a importância da contribuição de todos para superar o momento. “No meio deste trabalho está o Corpo de Bombeiros, que, com conhecimento técnico, tem atuado em diversas funções no combate à pandemia. Os alunos soldados tiveram a oportunidade de integrar equipes e aprender em campo sobre o nosso trabalho”, enfatizou.

O comandante do Centro de Ensino do CBMES, tenente-coronel Benício Ferrari, parabenizou os novos soldados pela conclusão do curso. “Diante de toda a dificuldade, vocês chegaram até aqui, provaram o seu valor e ingressam na Corporação, que é tão respeitada. E quem é o Corpo de Bombeiros? Somos nós, são vocês agora. Quando você estiver numa ocorrência, para aquela pessoa o Corpo de Bombeiros é você. Lembrem-se disso e pautem sua conduta nisso”, ressaltou Ferrari.

Histórico da Profissão

A profissão de bombeiro é antiga no País. Em 2 de julho de 1856, o Imperador Dom Pedro II assinou o Decreto Imperial nº 1.775, que regulamentava, pela primeira vez no Brasil, o serviço de extinção de incêndios. Desde então, muitas vidas foram salvas.

No Estado do Espírito Santo, a profissão foi regulamentada em 26 de dezembro de 1912, por meio da Lei nº 874. Na ocasião foi criada oficialmente pelo então presidente do Estado do Espírito Santo, Marcondes Alves de Souza, com um efetivo de 13 integrantes. A data de comemoração ao Dia Nacional dos Bombeiros foi instituída pelo Decreto n.º 35.309, de 02 de abril de 1954, do então presidente da República Getúlio Vargas.

A Corporação ficou ligada à Polícia Militar até 25 de agosto de 1997, quando foi desvinculada com efetivo de, aproximadamente, 500 homens, com incremento na implantação de unidades em São Mateus, Guarapari e Serra.

Leia mais

Leia também