Coronavírus: uma morte a cada 41 minutos no mês de junho no Espírito Santo

Durante o período, uma pessoa testou positivo para o coronavírus a cada 1,3 minuto no estado. O cálculo é baseado nos números divulgados pelo Painel Covid-19.

Ato em homenagem aos mortos pela Covid-19 no Espírito Santo — Foto: Divulgação/Vander Meirelles

Por Luiza Marcondes, G1 ES

O Espírito Santo registrou uma morte por Covid-19 a cada 41 minutos durante o mês de julho. De 1º a 30 de junho, foram 1.043 mortes e mais 33.203 casos confirmados do novo coronavírus.

Os dados são do monitoramento do G1 com base nos números divulgados pelo Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Desde que o Espírito Santo registrou o primeiro caso de coronavírus, no dia 5 de março, junho foi o mês com o maior saldo de casos e mortes.

Ao todo, 1.647 pessoas já perderam a vida para a Covid-19 e 46.893 casos da doença foram confirmados no estado até a manhã desta quarta-feira (1º). Desses, 27.580 estão curados.

Em relação ao que tinha sido registrado no mês de maio, o número de mortes mais que dobrou em junho, passando de 511 novas confirmações de óbitos por Covid-19 em maio para 1.043 novas mortes em junho.

Já o número de casos triplicou no mesmo período. Em maio, o estado teve 11.002 novos casos de Covid-19. Em junho, o total de novos casos foi de 33.203. Isso representa que, em um mês, uma pessoa testou positivo para o vírus a cada 1,3 minuto no Espírito Santo.

O dia com maior registros de mortes pelo vírus, no Painel da Covid-19, ocorreu em 22 de junho – foram 59 óbitos confirmados – e superou a média de 34 mortes diária por coronavírus.

Municípios

Os municípios da Grande Vitória são os que registram o maior número acumulado de mortes. Desde o início da pandemia foram 1.083 óbitos nos quatro maiores municípios da região. Até o dia 30 de junho, a Serra confirmou 309 óbitos por Covid-19, seguido de Vila Velha (281), Vitória (252), Cariacica (241).

Só no mês de junho, os quatro municípios juntos confirmaram 639 novas mortes, mais da metade de tudo que foi registrado no estado durante o período.

Os dados do monitoramento do G1 ainda mostram que apenas 10 dos 78 municípios capixabas não têm nenhuma morte pelo novo coronavírus. São eles: Brejetuba, Divino São Lourenço, Dores do Rio Preto, Governador Lindenberg, Iconha, Irupi, Itaguaçu, Laranja da Terra, São José do Calçado e Vila Pavão.

Até o final de maio, 27 municípios não tinham nenhum óbito por coronavírus.

 

Leia mais

Em Manaus, 377 profissionais de saúde já estão atuando no combate ao novo coronavírus

377 profissionais de saúde já estão atuando no combate ao novo coronavírus em Manaus –...

Sistema que monitora presença do Covid-19 no ar pode continuar em uso após pandemia

Pesquisadores brasileiros desenvolveram uma tecnologia que consegue capturar amostras do novo coronavírus no ar. O sistema vai poder ser útil na retomada das atividades...

Pazuello destaca autonomia dos municípios no combate ao coronavírus

Começou a funcionar nesta segunda-feira (10) a Unidade de Apoio ao Diagnóstico da Covid-19, na sede da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na zona norte...

Polícia apreende aves silvestres transportadas em carro na BR-101, no Espírito Santo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na noite deste sábado (3) seis pássaros silvestres e três filhotes na BR 101, em Viana, na Grande...

Leia também

Mudança na CLT propõe mesma regra do presencial para home office

Um Projeto de Lei apresentado na Câmara dos Deputados prevê que a jornada de trabalho no regime de home office atenda às mesmas normas...

Proposta altera Orçamento de 2020 para cobrir gasto extra de R$ 3 bi do seguro-desemprego

O Poder Executivo enviou ao Congresso Nacional uma proposta para reforçar com quase R$ 3 bilhões os pagamentos de seguro-desemprego devido à pandemia da...

Justiça condena ex-prefeito do Amazonas por improbidade administrativa

A Justiça Federal condenou Joaquim Neto Cavalcante Monteiro, ex-prefeito de Eirunepé (AM), por improbidade administrativa. Segundo a Justiça, ele omitiu a prestação de contas...

Programa Dinheiro Direto na Escola libera R$ 525 milhões para educação

A educação brasileira deverá receber um incentivo de R$ 525 milhões nos próximos meses. O valor já havia sido anunciado em setembro, mas agora...