Coronavírus supera câncer e se torna principal causa de mortes no Espírito Santo

Do início do ano até o final de junho, todos os tipos de câncer juntos causaram a morte de 1.938 pessoas. Enquanto isso, a Covid-19 matou 2.078 pessoas em três meses.

Desde que a pandemia chegou ao Espírito Santo, o coronavírus foi responsável pela morte de mais de duas mil pessoas no estado. O número coloca a Covid-19 no topo da lista das principais causas de óbito, superando, inclusive, todos os tipos de câncer juntos, que lideravam o ranking até então.

De acordo com os dados da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), de janeiro ao final de junho deste ano, foram registradas 1.938 mortes provocadas por câncer no estado.

Entre os mais comuns estão os de pulmão (215 mortes), de próstata (142 mortes), de mama (140), de estômago (134) e de esôfago (125).

A Covid-19, no entanto, vitimou 2.078 pessoas entre abril e o final de junho, uma quantidade superior também a de mortes provocadas por assassinatos e acidentes.

Covid-19 é a principal causa de morte no Espírito Santo em 2020

Esse aumento do número de mortes foi percebido pelo setor de empresas funerárias.

“Infelizmente, tivemos um aumento de 70% por causa da Covid-19. Nós fazíamos seis serviços por semana, em média. Hoje, chegamos a 20 serviços por semana”, contou o proprietário de uma funerária, Rafael Delarmelina.

Nas funerárias, a rotina de trabalho também mudou, já que agora é preciso ter cuidado para reduzir os riscos de contaminação.

“Temos que usar roupão para tirar do hospital. Remover o roupão para entrar no carro. Depois, temos que colocar outro [roupão] para retirar e fazer a arrumação. Ainda colocamos outro para entrar no cemitério, além de luvas e botas descartáveis”, detalhou Rafael.

Médicos que atuam na linha de frente ao combate do coronavírus dizem que o número de mortes assusta porque tudo aconteceu muito rápido e sem um tratamento específico para a doença.

Mas a tendência, segundo eles, é de que esses índices caiam de agora em diante.

O médico intensivista Henrique Bonaldi ainda alerta para o fato de que a Covid-19 tem matado muito, mas as outras doenças também continuam fazendo vítimas.

Por isso, é importante não deixar de lado o tratamento mesmo durante a pandemia.

“Isso tende, ao longo do tempo, a desaparecer. Tende a voltar à normalidade. Você não vai ficar apavorado com a Covid e, além disso, morrer da sua doença se não se cuidar. Não é o momento de parar o tratamento. Principalmente, porque a curva [de casos da Covid] está se achatando, estamos tendo controle da doença. É hora de buscar o seu médico de novo, retomar o tratamento, e de forma alguma desistir da vida”, recomendou.

Bonaldi também reforça que a estrutura dos hospitais e os protocolos para lidar com a Covid-19 melhoraram muito e que não é preciso mais ter medo na hora de procurar um médico, desde que todos os cuidados de higiene e distanciamento social sejam tomados.

“A quantidade de pessoas com Covid está diminuindo. Muitos agentes da área da saúde, agora, sabem lidar com a doença. Há espaçamento de cadeiras no pronto-socorro, uso de máscaras pelos pacientes, tem borrifador de álcool. Agora, é muito mais seguro ser atendido do que no início da pandemia”, considerou.

 

Leia mais

Covid-19: mais de 17 mil cestas de alimentos já distribuídas para comunidades indígenas

Entrega ocorreu em cinco Terras Indígenas. Foto: Acervo/Funai A Fundação Nacional do Índio (Funai) já tem promovido as ações de...

BA: Supercomputadores são aliados de pesquisadores e cientistas para entender estrutura do coronavírus

Em busca de respostas que ajudem a combater o novo coronavírus no Brasil, pesquisadores e cientistas contam com a ajuda de máquinas capazes de...

INSS: 13º salário vai ser antecipado anualmente em duas parcelas

Alterações! Você sabe o que vai mudar no...

MCTI trabalha para adaptar a Lei do Bem e ampliar adesão

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) trabalha para adaptar a Lei do Bem e ampliar adesão à legislação de incentivo fiscal. Segundo...

Leia também

João Pedro realiza quarta live #SonsDeBarzinho nesta quinta-feira (01)

O cantor veneciano, João Pedro, vai realizar, nesta quinta-feira (01), sua quarta live do projeto #SonsDeBarzinho. A transmissão começará às 19h30, no canal oficial...