Coronavírus será a maior causa de mortes no Espírito Santo até o fim do ano, estima Sesa

Até esta segunda-feira (13), quando já foram registrados mais de 2 mil óbitos pela Covid-19, o índice representa quase 10% do número total de vidas perdidas no ano passado.

Por Aurélio de Freitas, G1 ES e TV Gazeta

Sesa estima que coronavírus será a maior causa de mortes até o fim do ano

A Secretaria Estadual de Saúde do Espírito Santo (Sesa) estima que, até o final deste ano, o novo coronavírus será a maior causa de mortes no estado. Até esta segunda-feira (13), quando já foram registrados mais de 2 mil óbitos pela Covid-19, o número representa quase 10% do número total de vidas perdidas no ano passado.

“O Espírito Santo, no ano de 2019, teve um total de 24 mil óbitos por toda as causas de morte. E, nesses meses em que a Covid circula entre nós, já temos registrados mais de 2 mil óbitos por essa doença. Então, isoladamente, a Covid, comparada com outras doenças, deverá chegar ao fim desse ano como a maior causa de mortes entre nós, moradores do Espírito Santo”, disse o subsecretário de Vigilância Epidemiológica, Luiz Carlos Reblin.

Apesar da previsão alarmante, o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, acredita que o Governo Estadual tem acertado nas estratégias de combate à pandemia.

Um gráfico apresentado pela Sesa durante coletiva de imprensa compara o surgimento de casos novos por dia no Espírito Santo e em outros estados do país que estão em estágio semelhante da pandemia.

Nele, tanto a curva de casos quanto a curva de mortes do estado apresentam pequenas oscilações.

“O desenho formado na curva do Espírito Santo demonstra a homogeneidade do enfrentamento, a capacidade do Estado de adotar um conjunto de medidas de distanciamento, de testagem, de garantia do acesso, no desenho da curva de casos. Nós não tivemos nenhuma formação de um desenho correspondente a um crescimento abrupto de casos, nem de óbitos. Nós temos uma linha que se forma de maneira organizada, baixa, dentro da capacidade assistencial, que demonstra que a estratégia capixaba de enfrentamento à pandemia conseguiu homogeneizar o comportamento da doença em todo o Estado”, explicou.

Gráfico de comparação da curva de novas mortes causadas pela Covid-19 entre estados brasileiros — Foto: Sesa/ES
Gráfico de comparação da curva de novas mortes causadas pela Covid-19 entre estados brasileiros — Foto: Sesa/ES

O secretário destacou, ainda, que, diferentemente do que aconteceu em outros estados, no Espírito Santo não foi preciso adotar medidas extremas por causa da superlotação de hospitais.

“Nós não colapsamos. Em muitos estados do país, tiveram que escolher pacientes que iam ou não para UTI ou para o ventilador mecânico. Não tivemos isso”.

Nésio ainda enfatizou a necessidade da manutenção dos cuidados de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus.

“Ela [a doença] ainda vai exigir de nós muita firmeza. Ela não pode ser banalizada nem no número de casos, nem de óbitos. A banalização não é só referente aos casos, mas também com os cuidados. Não podemos relaxar com as medidas que precisamos manter firmes entre nós”, enfatizou o secretário de Saúde, Nésio Fernandes.

Para conhecer a realidade do avanço da doença, uma nova fase do inquérito sorológico está prevista para acontecer em 13 municípios capixabas. A medida depende apenas do envio de mais testes ao estado pelo Ministério da Saúde.

 

Leia mais

Crédito Emergencial do Banestes atinge marca de R$ 155,4 milhões no balanço desta sexta-feira (05)

As quatro principais linhas de crédito emergencial, operadas...

SC: Mais da metade dos municípios do estado não registrou homicídios em 2020

Mais de 170 municípios catarinenses, dos 295, não registraram nenhum homicídio desde o início do ano. A informação consta em levantamento feito pela Diretoria...

Dia Nacional da Alfabetização é comemorado com poucos avanços na área

Neste próximo sábado (14), o Brasil celebra o Dia Nacional da Alfabetização, data comemorada há mais de 50 anos com o objetivo de difundir...

Governo oferece crédito sem burocracia para empreendedores atingidos pelas chuvas

Jhon Martins A retomada do desenvolvimento econômico por...

Leia também

Polícia Federal realiza operação em Minas e Espírito Santo para combater crimes envolvendo o Poder Judiciário

A Polícia Federal (PF) realiza, nesta terça-feira (24), a Operação Iniquidade para combater crimes como peculato, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa,...

INDICADORES: Terça-feira (24) começa com alta no boi gordo em SP

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (24) com alta de 0,92% no preço e o produto é negociado a R$...

INDICADORES: Café em alta nesta terça (24)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (24) com alta de 0,27% no preço e é vendida a R$ 580,88...

Caixa Econômica oferece parcelamento de crédito imobiliário a clientes

Os clientes que apresentam dificuldade para pagar integralmente a prestação de crédito imobiliário neste momento, poderão fazer, por um período, o pagamento de parte...