Coopeavi oferece prêmio para quem armazenar café

A safra de café começou e os cafeicultores podem contar com a Coopeavi para armazenar a produção. E para incentivar os milhares de associados a utilizarem sua estrutura neste período de colheita, a cooperativa lança a campanha “Seu Café em Boas Mãos”. Quem armazenar a partir de 20 sacas terá direito a cupons para concorrer a uma moto NXR Bros 160 ESDD 0 km no final do ano.

A promoção é exclusiva para os cooperados residentes no Espírito Santo e vai até o dia 7 de dezembro. O sorteio está previsto para 10 de dezembro, na sede da Coopeavi, em Santa Maria de Jetibá, região serrana do Estado. O regulamento está disponível em https://drive.google.com/file/d/1AdsAR7dYYmGkCKT_DQUgmFZJ7rCnqpP4/view.

Os cooperados que armazenarem 20 sacas de
café e seus múltiplos terão direito a um cupom. A mesma regra vale para quem
comercializar 50 sacas de café e seus múltiplos. O participante que retirar o
café e vender para terceiros, dentro do período da campanha, terá o cupom
invalidado e nova apuração será realizada. Esses e outros detalhes da campanha
promocional constam no regulamento.

Além de incluir nome completo, CPF, endereço e número de telefone no cupom, o associado deve responder à seguinte pergunta: “Em qual cooperativa o seu café armazenado fica em boas mãos?”. Os cupons deverão ser depositados nas urnas localizadas nos pontos de compra e armazéns de café da Coopeavi até às 12h do dia 7 de dezembro (terça-feira).

Aproximação

De acordo com o gerente do Negócio Café da Coopeavi, Giliarde Cardoso, o objetivo da campanha “Seu Café em Boas Mãos” é aumentar o volume de café armazenado a fim aproximar ainda mais a cooperativa do cooperado. “A cooperativa sempre busca viabilizar novos modelos de negócio para atender as necessidades de cada cafeicultor cooperado”, diz.

Já o gerente de Captação de Cafés Verdes no Espírito Santo, Junior Cesar Uhlig, destaca a importância da promoção para garantir agilidade e praticidade na comercialização. A meta da Coopeavi é aumentar 75% a captação de café nos armazéns neste ano. “A vantagem é que com o café no armazém, ele já é classificado. E como a operação logística já foi realizada, não há volume mínimo para venda, tornando a negociação mais ágil e assertiva”, afirma.

Além disso, complementa Uhlig, a Coopeavi faz
o giro do café, garantindo ao produtor a manutenção da qualidade e do peso, e a
operação de comercialização, integralizando ao capital do cooperado. “Sem
contar a segurança, pois o café estará segurado a partir do momento em que o
nosso caminhão retirá-lo na propriedade e/ou o produtor entregar em um dos
nossos armazéns sem cobrança de taxa”, conclui.

Leia mais

Leia também