Contas públicas do Espírito Santo são destaque em análise da Secretaria do Tesouro Nacional

As contas públicas do Espírito Santo foram destaque no Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO), elaborado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN), do Ministério da Economia. Os dados são referentes ao primeiro quadrimestre de 2021.

Conforme a publicação, o Espírito Santo foi o Estado com maior redução nas despesas correntes liquidadas na comparação do primeiro quadrimestre de 2021 com o mesmo período do ano passado (Figura 1). Além disso, o Espírito Santo foi o segundo Estado, ao lado de Goiás e Pernambuco, com maior percentual de despesa aplicado em investimento: 26% (Figura 2). Acima desses estados ficou somente Sergipe, que investiu 28% em investimentos no primeiro quadrimestre.

Figura 1

Figura 2

“Esses dados representam bem o esforço que temos feito aqui na Secretaria da Fazenda e em todo o Estado. Conseguimos reduzir as despesas em 10% e aumentamos as receitas aplicadas em investimento. Isso significa que o dinheiro que estamos economizando está retornando em melhorias para a população capixaba”, destacou o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

Outra publicação, também da STN, o Relatório de Gestão Fiscal (RGF), mostrou que o Espírito Santo é o terceiro estado com menor percentual aplicado em gastos com pessoal no Executivo: 37,1%. À frente do Espírito Santo, estão Rondônia (36%) e Roraima (34,9%). (Figura 3).

Figura 3

“A equipe do Tesouro Estadual tem uma enorme atenção a todas as movimentações financeiras. Essa é uma determinação do governador Renato Casagrande que seguimos, desde o início do mandato. Nenhuma despesa é feita sem que saibamos exatamente quais serão os reflexos disso nos cofres públicos. E a prova que estamos no caminho certo é que, mais uma vez, seguiremos com a Nota A na Capacidade de Pagamento (Capag), no selo da STN”, enfatizou Pegoretti.


Leia mais

Leia também