Conta de luz ficará mais caras em junho com bandeira vermelha 2

As contas de luz ficarão mais caras em junho, por conta da seca na região das hidrelétricas. A Aneel anunciou nesta sexta-feira que irá aplicar a bandeira tarifária vermelha no segundo patamar, a mais alta desse mecanismo.

Isso significa, informa O Globo, uma cobrança adicional de R$ 6,243 para cada 100 quilowatts-hora consumidos.

Em maio, vigorou a bandeira tarifária vermelha no patamar 1. Segundo a agência de energia elétrica, este mês foi o primeiro da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN), registrando condições hidrológicas desfavoráveis.

Essa conjuntura pressiona os custos do setor, “levando à necessidade de acionamento do patamar 2 da bandeira vermelha”, de acordo com o órgão.


Leia mais

Leia também