Consumo de energia elétrica tem retração de 4,1% nos dez primeiros dias de julho

O consumo de energia no país teve queda média de 4,1% nos 10 primeiros dias de julho na comparação com o mesmo período do ano passado. Apesar da retração, o resultado reflete a retomada gradual das atividades econômicas, acredita a Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE). 

Isso porque, em abril, a retração da demanda foi de 12,1%, mês com o maior tombo no consumo desde o início da pandemia da Covid-19. De acordo com o estudo da CCEE, o mercado regulado apresentou recuo de 5,8%. Já o consumo livre registrou redução de 0,5%, muito próximo ao patamar de um ano atrás. 

Consumo de energia elétrica no Brasil cai 4,7% em junho

ENTREVISTA: Portabilidade de energia e mercado livre: o que muda com o novo marco legal do setor elétrico aprovado pelo Senado

Sem alterações, senadores concluem votação do novo marco legal que prevê portabilidade da conta de luz

Entre os estados, o Rio de Janeiro teve o maior recuo no consumo de energia elétrica entre 21 de março e 10 de julho: 14%. Em seguida, vem o Espírito Santo, com redução de 12%. Mesmo com a pandemia, três estados tiveram alta na demanda: Pará (5%),  Amapá (3%) e Maranhão (1%). 

Agência Brasil

Leia mais

Leia também