Consumo de energia elétrica apresenta retomada gradativa, revela CMSE

Informações do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) apontam que, no mês de junho, houve aumento de aproximadamente 2% na carga do Sistema Interligado Nacional (SIN) do setor, em comparação ao mês anterior. O resultado foi concluído com base nos impactos da pandemia da covid-19. Essas condições foram avaliadas nesta semana pelo Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE).

ENTREVISTA: Portabilidade de energia e mercado livre: o que muda com o novo marco legal do setor elétrico aprovado pelo Senado

Sem alterações, senadores concluem votação do novo marco legal que prevê portabilidade da conta de luz

O resultado se deu pelo retorno gradual das atividades econômicas no País. A expectativa é de a tendência de retomada gradativa da carga se mantenha no próximo mês. Na avaliação do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, “existem alguns índices, bastante consistentes, de que o país já iniciou sua retomada”.

Em relação aos armazenamentos dos reservatórios equivalentes das usinas hidrelétricas, houve um destaque para o Sul do país. De acordo com o balanço, em junho, foi registrado um aumento de cerca de 20 pontos percentuais no armazenamento equivalente do subsistema Sul, atingindo 37,8% ao final do mês, como consequência dos volumes significativos de precipitações verificadas.

Com as projeções apontando permanência das chuvas, o CMSE decidiu revogar as deliberações de uma reunião ordinária sobre a adoção de medidas excepcionais para preservação dos estoques armazenados nas usinas hidráulicas do subsistema Sul. 

 

Foto: Arquivo/EBC

Leia mais

Leia também