Consumidor.gov ganha nova versão para celular

3b87b3f3c04be5f22633afe0a17a05ab.jpg

Atualização moderniza ferramenta para facilitar o acesso do usuário
– Foto:
Procon-MT

A plataforma Consumidor.gov.br acaba de disponibilizar ao consumidor uma nova versão para celular mais ágil e funcional. O aplicativo pode ser baixado, gratuitamente, nas lojas virtuais, e tem o mesmo conteúdo da plataforma online. 

Consumidor.gov.br é um serviço público que possibilita a resolução de problemas diretamente entre o consumidor e a empresa, pela internet, de forma simples, sem a necessidade da instauração de processo administrativo ou judicial. 

O secretário nacional do consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Luciano Timm, explicou que, com o isolamento social imposto pela pandemia do novo coronavírus, surgiu a necessidade de melhorar o canal de comunicação via aplicativo. “Isso permite que o consumidor possa se manifestar direto da sua própria casa, é um canal de contato direto com as empresas”, disse. 

“Significa a mesma agilidade e funcionalidade do site, mais fácil aos consumidores. Essa plataforma é uma plataforma de negociação que permite que consumidores se comuniquem com as empresas. Em 10 dias a empresa tem que responder”, explicou. A secretaria calcula que 80% das reclamações registradas no site são solucionadas pelas empresas, que respondem às demandas dos consumidores em um prazo médio de sete dias. 

Inicialmente, a nova versão está disponível para aparelhos que utilizam o sistema Android. 

Balanço 

A plataforma Consumidor.gov,br já registrou mais de 2,7 milhões de reclamações e conta com uma base de mais de dois milhões de usuários cadastrados. São aproximadamente 800 empresas participantes representando setores como o de telecomunicações, bancos, varejo, indústria, transporte aéreo e planos de saúde. Apenas em 2020, 176 novas empresas aderiram à plataforma. 

Como usar 

  • Primeiro, o consumidor verifica se a empresa contra a qual quer reclamar está cadastrada no site. 
  • Então, registra a reclamação e a empresa tem até dez dias para analisar e responder 
  • Em seguida, o consumidor tem até 20 dias para comentar e classificar a resposta da empresa. É preciso informar se a reclamação foi resolvida ou não e ainda indicar o nível de satisfação com o atendimento recebido.

Leia mais

Governo faz orientações para acolhimento da população em situação de rua durante pandemia

São mais de 140 mil pessoas em situação de rua no Brasil. Foto: Jon Tyson/Banco de Imagens A pandemia...

FGTS: calendário do saque emergencial vai de junho até novembro

No país, 60 milhões de pessoas receberão até R$ 1.045 Por Jonas Valente O pagamento do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço...

Leia também

Homem morre após cair de parapente no ES

Um homem morreu depois de cair de um...

Acidente na rodovia que liga Nova Venécia a Vila Pavão deixa feridos

Um grave acidente foi registrado na tarde deste...

Auxílio de R$600: Próximos pagamentos serão automáticos para quem já tem o benefício

Após o anúncio da prorrogação das parcelas do...

Polícia apreende moto clonada também em Barra de São Francisco

No último sábado, 11 de julho de 2020, policiais de Barra de São Francisco avistaram uma motocicleta NXR 160 BROS estacionada de maneira irregular...