Consultorias gratuitas do Sebrae/ES ajudam a alavancar pequenos negócios

Em análise feita pelo Serviço de Apoio as Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/ES) no mês de abril, foram elencados 13 segmentos mais afetados pela crise no Espírito Santo. Entre estabelecimentos com portas fechadas e abertas, cerca de 150 mil empresas estão sendo diretamente atingidas. Diante da necessidade crescente dos micro e pequenos empreendedores capixabas, o Sebrae/ES disponibilizou R$ 10 milhões em consultorias gratuitas para áreas do varejo, beleza, moda, restaurantes, entre outras.

O empreendedor não perdeu tempo e está buscando as consultorias gratuitas do Sebrae/ES para reestruturar sua maneira de vender ou oferecer serviços. Num comparativo com o ano passado, passamos de zero consultorias registradas no primeiro trimestre, para 556 consultorias finalizadas ou em andamento em 2020. O número é alterado constantemente pelo surgimento diário de novas solicitações.

O ateliê de beleza de Daiane Machado viu seu negócio perder grande parte do movimento por causa da pandemia de Covid-19. Atendendo uma média de 40% do fluxo normal, ela tem conseguido, entretanto, manter as contas e compromissos em dia. “Fiz a consultoria de marketing, que me ajudou a ter uma visão ampla de possibilidades, e me encaminhou para o planejamento digital. Também fiz a financeira, que me auxiliou a entender melhor todo o contexto e a utilizar as ferramentas de forma mais eficaz para acompanhar o meu negócio de uma forma mais clara”.

Daiane já está de olho nas novas consultorias gratuitas, que acredita serem uma forma de aparar as arestas e adquirir novos conhecimentos. “É o caminho para nos fortalecer para o momento de pandemia e o pós”. A profissional ressalta que investiu em uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para resguardar a saúde da equipe e dos clientes. “Desenvolvi um protocolo para assegurar que a higiene seja reforçada e diminua o fluxo de clientes no mesmo horário por meio de rodízio”.

A diretora da Kasal Eventos Corporativos, Cristiane Fabiola Soretz Kiefer, também encontrou o apoio que precisava com os consultores do Sebrae. “Diante desta pandemia global, travei quando vi interrompida a minha rotina de 21 anos automatizada freneticamente na realização de, no mínimo, dois eventos mensais. Toda a minha experiência foi paralisada ao imaginar as possíveis perdas de vidas, empregos e empresas. Uma noite, ao acessar as redes sociais, visualizei um post com o link do Sebrae ‘Por onde começar’, e me cadastrei. No dia seguinte recebi o contato de uma consultora designada para atender a minha demanda de marketing digital e vendas”, comemora.

O atendimento mostrou à empresária possibilidades que estão sendo tratadas numa consultoria de promoção digital, e que a tem auxiliado no planejamento e inovação de seu trabalho no formato online. “Empresários, despertem para as oportunidades que o Sebrae está proporcionando. São muitas opções de consultorias gratuitas para adaptar você ao novo mercado”, incentiva.

Presença digital

Com forte direcionamento para tecnologia, as consultorias podem ser escolhidas pelos empreendedores conforme suas necessidades. É preciso ter CNPJ para usufruir do serviço. Os interessados devem acessar a plataforma Por Onde Começar (sebrae-porondecomecar.com.br). Por meio das consultorias tecnológicas, os interessados terão suporte para cuidar da identidade visual, presença digital, implantação de e-commerce e marca (branding) de seus negócios. Tudo isso sem pagar nada.

Para aqueles que buscam inovar em seus negócios, uma cartela de consultorias do Sebraetec está disponível. As soluções para os pequenos negócios incluem artes para divulgação via Whatsapp, para padronização no Facebook e criação de cardápio virtual. De forma direta e rápida o Sebrae/ES vai auxiliar o empreendedor que não sabe como criar layouts a expandir a divulgação do seu negócio no meio digital, tarefa essencial neste momento de crise, que pede mudanças urgentes na forma de oferecer produtos e serviços.

Por Onde Começar

O Espírito Santo tem hoje um total de 414.053 empresas ativas, sendo 250.442 Microempreendedores Individuais (MEI) e 140.088 Micro e Pequenos Empreendedores (ME/EPP). Um levantamento do Sebrae mostra que cerca de 150 mil pessoas ainda trabalham por contra própria, mas na informalidade, como vendedores ambulantes, no comércio varejista com ponto fixo, ou oferecendo serviços de porta a porta. Empregos formais somam 405.642 ME/EPP. Ao todo 857.859 pessoas são ocupadas nos Pequenos Negócios.

Nesse momento de crise para o setor, o Sebrae está empenhado em continuar ajudando os pequenos negócios para minimizar os efeitos da situação causada pelo novo coronavírus. Foi intensificada a abordagem de atendimento remoto e criada a plataforma de apoio do portal “Por Onde Começar” (http://sebrae-porondecomecar.com.br). A plataforma tem como objetivo apoiar empresários de micro e pequenas empresas e toda a sociedade a enfrentar este momento com união e soluções: conteúdo, cursos e soluções gratuitamente.

Ao acessar o portal, o empreendedor tem a sua disposição os canais de interação Fale com o Sebrae, que funciona das 8h às 18h; e seu novo Whatsapp Business, que pode ser acessado via http://abre.ai/whatsappsebraees, das 8h às 18h. Na plataforma o empreendedor também encontra cursos gratuitos de EAD e vídeos com dicas práticas para enfrentar as situações de crise.

Confira os 13 setores mais afetados pela pandemia:

Fechados (por decreto do Governo do Estado):

 

– Comércio Varejista de Moda

– Artesanato

– Promoção de vendas

– Ambulantes de alimentação

– Comércio de cosméticos, perfumaria e higiene pessoal

Abertos:

– Estética e outros serviços de cuidados com a beleza

– Instalação Elétrica

– Construção civil

– Restaurantes e similares

– Fornecimento de alimentos preparados

– Peças automotivas

– Comércio varejista de mercadorias em geral com predominância de produtos alimentícios – Minimercados, mercearias e mercados

– Pet shop

Leia mais

ES: criança sobrevive após cair de sexto andar de prédio

Uma criança de cinco anos caiu do sexto andar de um prédio na região de Jacaraípe, na Serra. De acordo com o síndico do...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Norte do país tem tempo aberto, nesta sexta-feira (17)

O tempo seco predomina na região Norte do País, nesta sexta-feira (17), no sul do Amazonas, centro-sul do Pará e no Acre, em Rondônia...

Secretaria de Saúde amplia critérios de testagem em massa no Espírito Santo

A Secretaria da Saúde publicou, na tarde desta segunda-feira (13), a Nota Técnica COVID-19 Nº53/2020, que atualiza as definições de casos e critérios para...

Ipem-ES faz doação de alimentos e produtos de higiene ao município de Dores do Rio Preto

Produtos alimentícios e de higiene foram doados pelo Instituto de Pesos e Medidas do Espírito Santo...

Leia também

PL que institui programa de recuperação tributária aguarda parecer na Câmara desde junho

Com a promessa de preservar negócios e manter emprego e renda no atual cenário econômico, o projeto de lei que institui o Programa Extraordinário...

CNI e especialistas voltam a defender reforma tributária ampla e geral e criticam “nova CPMF”

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) voltou a defender, nessa quarta-feira (30), uma reforma tributária com imposto único e sem aumento de carga tributária....

Equipe de robótica do Rio de Janeiro desenvolve mecanismo que possibilita abertura de portas sem o uso das mãos

Uma equipe de robótica composta por sete alunos do ensino médio do colégio Franco Brasileiro, no Rio de Janeiro, foi premiada no Torneio SESI...

Sistema de desinfecção de táxis e transportes por aplicativo rende premiação a escola de Sergipe em torneio nacional de robótica

A fácil infecção pelo coronavírus através do ar ou simples contato com superfícies contaminadas afastou a população de táxis e transportes por aplicativo e...