Congresso se prepara para tirar poderes de governadores sobre polícias, diz Estadão

O Congresso, segundo o Estadão, se prepara para votar dois projetos que restringem o poder de governadores sobre as polícias civil e militar.

As propostas trazem mudanças na estrutura das polícias, prevendo, por exemplo, mandato de dois anos para comandantes-gerais e delegados-gerais e impondo condições para possíveis exonerações antes do prazo.

No caso da PM, a sugestão é para haja uma lista tríplice, indicada por oficiais, para a nomeação de comandantes.

O novo modelo, ainda de acordo com o jornal paulista, é defendido por aliados do governo federal “no momento em que o presidente Jair Bolsonaro endurece o discurso da segurança pública para alavancar sua popularidade”.

Leia mais

Leia também