Confira os resultados da votação nas capitais da região Norte do país

O primeiro turno das eleições 2020 chegou ao fim. Em números gerais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a região Norte teve 53.736 candidatos que concorreram a um dos cargos em disputa, sendo 1.842 para prefeito, 1.900 para vice-prefeito e 52.358 em busca de uma vaga como vereador. Deste total, 2.218 tentaram a reeleição em um dos cargos. 

De acordo com o TSE, o Norte do país teve votação tranquila, com baixo número de incidentes e trocas de urnas eletrônicas. Foram contabilizados 161 aparelhos com algum tipo de problema e que precisaram ser trocados: 11 no Acre, 7 no Amapá, 22 no Amazonas, 54 no Pará, 26 em Rondônia, 24 em Roraima  e 17 em Tocantins.

Minas Gerais lidera número de candidatos presos nas Eleições de 2020

TSE descarta ataque hacker e admite atraso na contagem de votos

Primeiro turno na região Norte ocorre sem prisões entre candidatos

Belém (PA)

Com mais de 716 mil votos, a capital Belém vai precisar de segundo turno para definir quem fica com a prefeitura. Por um lado, está o ex-prefeito Edmilson Rodrigues (PSOL) com 34,2% dos votos, e do outro, o delegado federal Eguchi (Patriota) com 23,06% votos. O Pará teve mais 79,71% de comparecimentos dos eleitores e apenas 20,29% de abstenções. O estado possui 17.717 sessões eleitorais, com eleitorado total de mais de um milhão de pessoas. Foram 22.627 candidaturas válidas para esta eleição 662 para prefeito, 684 para vice-prefeito e 22.280 para vereador.

Palmas (TO)

Em Palmas, no Tocantins, a atual prefeita Cinthia Ribeiro, do PSDB, foi reeleita para o segundo mandato. A chefe do Executivo da capital tocantinense teve 36,24% dos votos ao final da apuração. O segundo colocado, Professor Júnior Geo, do PROS, ficou com 14,5% dos votos válidos. Em Palmas, a eleição é decidida no primeiro turno porque a cidade não tem o número mínimo de 200 mil eleitores previsto na legislação para a realização do segundo turno. Tocantins possui 1.302 seções eleitorais com eleitorado de mais de 390 mil pessoas. Foram 8.347 candidaturas válidas para esta eleição, sendo 435 para prefeito, 445 para vice-prefeito e 7.799 para vereador.

Macapá (AP)

Por conta do incêndio que provocou um apagão no estado por vários dias, o TSE confirmou o adiamento das eleições na capital do Amapá. A data para esta eleição ainda não foi definida. Mas nas demais cidades, o TSE considerou que a situação está sob controle e passível de votação com segurança ao cidadão. O Amapá teve 80,81% de comparecimentos dos eleitores e apenas 19,19% de abstenções. Pelo estado, são 617 seções com mais de dez mil eleitores.

Rio Branco (AC)

A cidade de Rio Branco teve comparecimento de 72,75% dos eleitores e 27,25% de abstenções nesse primeiro turno. Por lá, também vai haver segundo turno para definir o prefeito do município. Tião Bocalom (PP) alcançou 49,58% dos votos, enquanto Socorro Neri (PSB) ficou com 22,68%. A cidade possui 707 seções eleitorais com eleitorado de mais de 250 mil pessoas. Foram 3.029 candidaturas válidas para esta eleição, sendo 90 para prefeito, 93 para vice-prefeito e 2.846 para vereador.

Manaus (AM)

O Amazonas teve 81,72% de comparecimentos dos eleitores e apenas 18,28% de abstenções. A capital do estado, Manaus, vai ter segundo turno entre os candidatos Amazonino Mendes (PODEMOS), que ficou com 23,91% dos votos, e o candidato David Almeida (AVANTE), que obteve 22,36% da preferência do eleitorado no município. Por todo o estado, foram 10.067 candidatos a um dos cargos políticos, sendo 282 para prefeito, 287 para vice-prefeito e 9.894 para vereador.

Porto Velho (RO)

As informações do TSE são de que em Porto Velho vai ter votação em 29 de novembro, data do segundo turno das eleições deste ano. Vão disputar o cargo de prefeito o candidato Hildon Chaves (PSDB), que teve 34% dos votos neste dia 15 de novembro, e Cristiane Lopes (PP), que ficou com 14,32%. Pela cidade foram 181.740 votos sem que nenhum tenha sido anulado ou apurado em separado. Mais de 5,6 mil candidatos concorreram no estado a uma cadeira política para prefeito, vice ou vereador. Rondônia teve 73,19% de comparecimentos dos eleitores e 26,81% de abstenções.

Boa Vista (RR)

Em Roraima, na capital Boa Vista, os 5.952 votos válidos levaram o candidato Arthur Henrique (MDB) a ficar na frente pela disputa para prefeito, com 49,64% dos votos. O candidato do MDB irá disputar o segundo turno com Ottaci (Solidariedade), que teve 10,59% da preferência do eleitorado no primeiro turno. No estado, 1.810 candidatos estavam na corrida eleitoral, sendo 66 para prefeito, 70 para vice e 1.747 como vereador. Roraima teve 88,98% de comparecimentos dos eleitores e apenas 11,02% de abstenções. 

Foto: José Cruz/Agência Brasil

Leia mais

Direitos Humanos: Ampliação dos canais de atendimento da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos

– Foto: Foto: Reprodução O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos...

Criança é encontrada acorrentada em cama; mãe e padrasto são presos em MG

Um garoto de 11 anos foi resgatado de cárcere privado pela Polícia Militar, nesta sexta-feira (20), em Uberaba (MG). De acordo com o boletim...

INDICADORES: Preço do café sofre queda nesta quarta-feira (16)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a quarta-feira (16) com queda de 0,40% no preço e é vendida a R$ 561,54...

Leia também

Mais de 4 mil municípios recebem R$ 1,5 bilhão para investir na cultura

Até junho de 2019, 75% dos municípios, ou 4775 cidades brasileiras, completaram 12 anos sem recursos do Governo Federal para políticas públicas na área...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Plano Novo Normal Paraíba mostra aumento de transmissão da Covid-19 no estado

A 13ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba revela que houve aumento na taxa de transmissão da Covid-19 nos últimos 15 dias. A avaliação...

Número de empregados na agricultura fica normalizado

Após o primeiro impacto causado na economia e no mercado de trabalho devido à pandemia do novo coronavírus, o número de empregado no setor...