Confiança do empresário do comércio sofre queda de 2,2% em janeiro, aponta CNC

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) registrou uma redução de 2,2% em janeiro de 2021. Com isso, o indicador passou para 105,8 pontos. Os dados são da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Segundo a entidade, apesar da segunda queda mensal seguida, o índice continua no patamar de otimismo, ou seja, acima de 100 pontos, pelo quarto mês consecutivo. Na comparação anual houve variação negativa de 16,4%.

Pará fecha 2020 com saldo positivo na balança comercial brasileira

Famílias pobres foram as mais atingidas pela inflação em 2020

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, afirmou que, “passado o período natalino e diminuído o efeito do aumento da renda com o 13º salário, as famílias estão mais dispostas a realizar gastos nos serviços de lazer, por força das férias escolares.”

Um indicador que apresentou resultado positivo, de 1%, foi o índice que mede as intenções de investimento. Com o salto, chegou a 94,9 pontos, voltando a crescer após ligeiro recuo no mês de dezembro. Houve destaque também para a intenção de contratação de pessoal. Esse índice teve alta de 2,1% e encerrou janeiro com 121 pontos.

Foto: Arquivo/EBC

Leia mais

Leia também