Confiança do empresário catarinense é alta e a expectativa precisa contemplar empregos, diz Esperidião Amin

A confiança do empresário no crescimento do setor produtivo de Santa Catarina é alta e a expectativa pode gerar investimentos e empregos no estado. O crescimento da produção industrial registra alta de 26,7% nos primeiros cinco meses do ano e a confiança do empresário, o ICEI, está em 64,2 pontos, cerca de dois pontos acima da média nacional. Os dados são da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), 

Baixo nível dos reservatórios impacta tarifa de energia e produção de alimentos

O ICEI varia de zero a 100 pontos e avalia o ‘humor’ do empresário, a confiança no crescimento da produção futura, dos próximos seis meses. Os valores acima de 50 pontos indicam que os empresários estão confiantes. Para os seis próximos meses, a confiança dos empresários industriais de Santa Catarina registrou 66,7 pontos no ICEI, aumento de 3,4 pontos em relação ao mês anterior. 

“O que a gente em observado é uma retomada da atividade econômica bem mais intensa do esperado. Isso levou a revisão das projeções do PIB brasileiro para 2021, que já demonstram crescimento de algo próximo a 5%. O empresário industrial fica mais confiante em realizar investimentos”, acredita William Baghdassarian, professor de economia do Ibmec.

No Brasil 

O ICEI nacional, calculado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) está em 62 pontos, aumento de 0,3 ponto em julho, em comparação com junho. É o terceiro aumento consecutivo no índice que acumula alta de 8,3 pontos, desde maio. A confiança do empresário industrial é a maior dos últimos 11 anos para o mês de julho, no País. 

“Deixará um grande legado para o desenvolvimento sustentável, com geração de emprego e renda”, diz autor de PL das debêntures de infraestrutura

Integrantes da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado analisam a confiança dos industriais e entendem que a expectativa do empresário industrial é importante para criar ambiente conveniente para o crescimento econômico no Brasil e empregos, como observa o senador Esperidião Amin, do PP catarinense. 

“O Brasil pode ter nos próximos meses clima de euforia com todos os desafios, em termo de infraestrutura, energia, logística, que são os bons problemas do crescimento e do desenvolvimento. Mas, não basta apenas crescer. É preciso que esse crescimento contemple a geração de empregos”, destaca Esperidião Amin. 
 

Foto: Arquivo Agência BrasilFoto: Arquivo Agência Brasil