Concurso premia os melhores cafés especiais do Espírito Santo; conheça os vencedores

Prêmio Cafés Especiais do Espírito Santo é o primeiro concurso promovido pelo Governo do Estado que contempla as categorias de cafés arábica e conilon.

Café produzido no ES — Foto: Rafael Zambe/ TV Gazeta

Café produzido no ES — Foto: Rafael Zambe/ TV Gazeta

Os melhores cafés especiais capixabas foram eleitos pelo Prêmio Cafés Especiais do Espírito Santo, primeiro concurso promovido pelo Governo do Estado que contempla as categorias de cafés arábica e conilon. O concurso também reconhece as práticas sustentáveis na produção.

As 20 amostras finalistas de conilon e arábica, que totalizam 40 diferentes cafés, foram inseridas na Mostra Anual de Cafés Especiais do Espírito Santo, que acontece no mesmo dia da premiação. O objetivo é promover uma rodada de negócios entre cafeicultores e compradores.

A solenidade para entrega do prêmio aconteceu na última quarta-feira (2) no Centro Cultural e Turístico de Venda Nova do Imigrante, com transmissão pelo canal do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), no YouTube.

A premiação de R$ 110 mil foi destinada aos 1º, 2º e 3º lugares das categorias Conilon e Arábica. A premiação também contemplou o quesito sustentabilidade na produção de cafés especiais com o total de R$ 20 mil divididos entre cafeicultores que conquistaram os 1º, 2º e 3º lugares em ambas categorias.

Veja os vencedores em cada categoria do prêmio:

Categoria Conilon:

  1. Luiz Claudio de Souza – Muqui – nota 86.4
  2. Aurio Barbosa Quadra – Alegre – nota 84.83
  3. Antônio Cesar Landi – Jerônimo Monteiro – nota 83.5

Categoria Arábica

  1. Wiliam Dalvi Sartori – Castelo – nota 87.96
  2. José Antônio Debona Romão – Castelo – nota 87.86
  3. Valdeir Mauro se Paula – Brejetuba – nota 87.84

Categoria Sustentabilidade Conilon

  1. Luiz Claudio de Souza – Muqui
  2. Aurio Barbosa Quadra – Alegre
  3. Leandro Barbosa Quadro – Alegre

Categoria sustentabilidade Arábica

  1. Elzio Sartori – Castelo
  2. José Alexandre de Abreu Lacerda – Dores do Rio Preto
  3. Estevão Denizar de Abreu – Marechal Floriano.

Leia mais

Leia também