Comunidades Interativas geram trocas de experiências pedagógicas entre professores durante as Atividades Não Presenciais

A Secretaria da Educação (Sedu) criou Comunidades Interativas para fortalecer a troca de experiências entre professores, pedagogos e supervisores escolares a fim de promover um olhar diferenciado para este momento de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (ANPs), durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Até o momento, foram criadas nove comunidades interativas. A primeira delas reúne os mediadores que orientam as demais comunidades e conta com a participação dos supervisores escolares e técnicos das Superintendências Regionais de Educação (SREs), além de técnicos da Sedu. Essa comunidade recebe as orientações da Secretaria e compartilha com as comunidades das escolas.

As demais comunidades são para as escolas, distribuídas pelas 11 Superintendências Regionais de Educação (SREs), onde cada escola participa somente do grupo de sua regional. 

As comunidades foram estruturadas no Google Sala de Aula e os códigos de acesso enviados aos diretores para compartilharem com seus pedagogos e professores que desejam participar e compartilhar suas práticas com o grupo. Para participar das comunidades é necessário acessar o Google Sala de Aula com o login xxxx@educador.es.gov.br ou xxxx@edu.

Segundo a Assessora de Tecnologia Educacional da Sedu, Carmem Prata, “a ideia é que os professores interajam, fomentem e troquem experiências, com mediação de supervisores escolares. Além disso, as comunidades interativas visam, também, construir um conhecimento coletivo, potencializando o compartilhamento de práticas entre os profissionais da Educação, contribuindo, assim, para a melhoria da comunicação e dos processos educacionais neste momento de APNP”, disse.

Leia mais

Leia também