Como a tecnologia pode ajudar a reduzir os gastos no final do mês

Compartilhe

Fechar a torneira enquanto lava a louça, não deixar as luzes acesas ao sair de casa ou não lavar o carro com a mangueira podem ajudar na economia das contas no final do mês e de quebra preservar recursos naturais. Mas você já pensou se a tecnologia pudesse ajudar a reduzir ainda mais esses custos e auxiliar na comodidade e qualidade de vida dos moradores?

Pensando nesse processo evolutivo, o Grupo Proeng tem investido cada vez mais na oferta de empreendimentos que permitam um maior conforto, economia e praticidade no dia a dia das pessoas.

Segundo o diretor-geral do Grupo, Antônio Gonçalves, os diferenciais tecnológicos da construtora permitem o reforço tanto da segurança dos condomínios quanto a redução de gastos dos moradores referentes à manutenção de áreas comuns.

“As possibilidades são positivas tanto para o proprietário quanto para o coletivo. Há apartamentos que serão entregues com fechadura biométrica, enquanto outros imóveis receberão placas solares para o aquecimento da água. Essa tecnologia permite reduzir os gastos no final do mês, já que o morador não vai utilizar chuveiros elétricos, um dos principais vilões no consumo de energia”, comenta Antônio Gonçalves.

De acordo com dados fornecidos pelo engenheiro-eletricista Jocimar Langamer de Oliveira, responsável técnico do projeto elétrico de um dos empreendimentos da construtora, a utilização de lâmpadas de LED com sensores e elevadores inteligentes permite uma redução de 58,04% nas contas de energia, quando comparadas às instalações convencionais.

Entre as tecnologias que facilitam o dia a dia está o compartilhamento de motos elétricas — Foto: Proeng/Divulgação

Entre as tecnologias que facilitam o dia a dia está o compartilhamento de motos elétricas — Foto: Proeng/Divulgação

Para desenvolver e aplicar essas tecnologias, o Grupo Proeng possui uma equipe de qualidade que avalia, junto aos engenheiros, cada projeto. Antônio Gonçalves explica que alguns desses itens são instalados somente após a entrega ao morador. Mas também há tecnologias construtivas, como isolamento acústico e térmico, não visíveis pelos proprietários, que também auxiliam na redução de custos.

“Se avaliarmos pelo consumo energético, um apartamento com chuveiro elétrico, sem isolamento térmico, tem um consumo superior comparado aos aquecidos com placa solar ou a gás. Por outro lado, na parte do consumo hídrico, cisternas para captação de água da chuva e bacias sanitárias com acionamento duplo reduzem o consumo exagerado”, destaca Antônio Gonçalves.

O reaproveitamento de água da chuva é uma das iniciativas sustentáveis nos empreendimentos do Grupo Proeng — Foto: Proeng/Divulgação

O reaproveitamento de água da chuva é uma das iniciativas sustentáveis nos empreendimentos do Grupo Proeng — Foto: Proeng/Divulgação

Mas não para por aí. O que antes parecia coisa de filme, já é realidade nos empreendimentos do Grupo Proeng, que tem investido na automação residencial. Além da segurança, um sistema de casa inteligente permite mais comodidade e controle. O morador consegue controlar a iluminação, o clima do ambiente, eletrodomésticos e sistemas de entretenimento.

“Observamos que a automação residencial vem evoluindo a cada dia, principalmente com a chegada das assistentes virtuais de voz”, observa Antônio Gonçalves.

Ainda de acordo com ele, a expectativa é oferecer também mais inovações, como o incentivo de uso de veículos elétricos, não poluentes. “Iremos entregar alguns empreendimentos com o compartilhamento de patinetes e scooter elétricas e oferecer pontos de recarga para carros elétricos ou híbridos”, aponta o diretor-geral.

Placas solares para o aquecimento da água do chuveiro, por exemplo, contribuem para a redução dos gastos no final do mês — Foto: Proeng/Divulgação

Placas solares para o aquecimento da água do chuveiro, por exemplo, contribuem para a redução dos gastos no final do mês — Foto: Proeng/Divulgação

Com 32 anos de mercado, a Proeng já entregou mais de 84 obras, entre empreendimentos comerciais e residenciais. Os diferenciais sustentáveis e tecnológicos foram aplicados em todos os lançamentos recentes do Grupo: New Jersey Residencial, Beach Walk Proeng Home e North Village Proeng Home.

 

Com a automação residencial é possível acionar a iluminação e o ar-condicionado de um cômodo pelo próprio celular — Foto: Proeng/Divulgação

Com a automação residencial é possível acionar a iluminação e o ar-condicionado de um cômodo pelo próprio celular — Foto: Proeng/Divulgação

Leia também

Homem é preso no Sul do ES recebendo anabolizantes que comprou pela internet

Um homem de 28 anos foi preso por policiais federais após ser flagrado recebendo anabolizantes, que comprou pela...

Morre homem que foi baleado em Mantenópolis

Morreu nesta sexta-feira (1º) o homem de 47 anos, identificado como Anderson de Oliveira Hueto, conhecido como “Lemão”,...

Barra de São Francisco pula da 2.615ª para a 184ª posição no Ranking Nacional da Qualidade da Informação Contábil do STN

O município de Barra de São Francisco saiu da posição 2.615 para a posição 184, em 2021, em...

Sistema prisional do Espírito Santo tem segunda morte de preso em dois dias

Um presidiário de 19 anos morreu no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória, nesta terça-feira...

Polícia realiza operação no ES contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na web

    Palácio da Polícia Civil, no Centro de São Paulo — Foto: Divulgação/Arquivo/Polícia Civil de SP A Polícia Civil de...

Mulheres lideram três em cada dez negócios no Brasil, mas respondem por apenas 20% das operações de crédito

As mulheres estão na liderança de três em cada dez empreendimentos no Brasil. É o que aponta o...