Combate a fraudes no Seguro Defeso já bloqueou R$ 58 milhões

Combate a fraudes no Seguro Defeso já bloqueou R$ 58 milhões

Grupo de Trabalho foi formalmente criado com assinatura de portaria conjunta Foto: Ministério da Economia

Os primeiros resultados do Grupo de Trabalho criado com o objetivo de detectar, corrigir e prevenir irregularidades e fraudes no Seguro-Desemprego do Pescador Artesanal (Seguro Defeso) foram apresentados durante o Encontro de Integridade e Combate a Fraudes, promovido pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Brasília (DF). Com auxílio de tecnologia e monitoramento diário, foram analisados 261 mil requerimentos do benefício com o bloqueio de 55.503 parcelas de 20.189 contas, num valor total de R$ 58.000.635,00.

Outra medida já adotada foi a campanha de conscientização na segurança de senhas pessoais.

Durante o evento, ocorrido nessa quarta-feira (18), o Grupo de Trabalho composto por integrantes da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, INSS, Polícia Federal, Dataprev, Secretaria de Aquicultura e Pesca e Caixa Econômica Federal foi formalmente criado com a assinatura da Portaria Conjunta n° 83/2020. 

O INSS também publicou portaria que estabelece uma rotina de apuração da integridade dos dados repassados ao Instituto relacionados à concessão de Seguro Defeso. Em vez de buscar o ressarcimento, a medida visa a bloquear pagamentos indevidos antes mesmo que eles sejam efetivados. Essa verificação será feita de modo permanente pelo Grupo de Trabalho, repassado pela Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev) e validada pela Diretoria de Governança, Integridade e Gerenciamento de Riscos (Digov) do INSS.

O presidente do INSS, Leonardo Rolim, informou que as medidas já adotadas pelo órgão no combate a fraudes resultaram numa economia de 3% da despesa anual com pagamento de benefícios. Rolim destacou que a ação foi possível devido à atuação conjunta de diversos órgãos e à Medida Provisória nº 871, convertida na Lei nº 13.846/2019, que instituiu o programa de análise de benefícios com indícios de irregularidade. “A relação institucional e o uso de tecnologia foram os grandes avanços para garantir o bom uso dos recursos públicos”, destaca.

Com informações do INSS

Combate a fraudes no Seguro Defeso já bloqueou R$ 58 milhões apareceu primeiro em Voz da Barra.

Leia mais

Secretaria da Saúde divulga 18º boletim de Covid-19

A Secretaria da Saúde (Sesa), por meio do Centro de Operações Estratégicas (COE), contabiliza, nesta segunda-feira...

Governo do Estado inaugura obras em Anchieta e autoriza reurbanização de orla da Praia de Costa Azul

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), inaugurou,...

Método usado no Brasil ajudou cidade na Indonésia a reduzir casos de dengue em 77%

A incidência de casos de dengue confirmados, caiu 77% nas áreas onde houve liberação de Aedes aegypti com Wolbachia, em uma cidade da Indonésia....

Empresária capixaba, casada com secretário de Witzel, é citada em matéria da Revista Veja

Em matéria publicada neste semana na revista Veja,...

Leia também

Marco legal do mercado de câmbio pode ajudar na entrada do Brasil na OCDE

O projeto que visa permitir, entre outras coisas, a abertura de contas em dólar no país, pode auxiliar o Brasil a ingressar na OCDE,...

SESI GOLAB: indústria adota nova metodologia para ampliar saúde e segurança no trabalho

Com o intuito de diminuir os índices de ausência dos funcionários no trabalho, por falta ou atraso, a equipe de Saúde e Segurança do...

Conheça os novos prefeitos das capitais dos estados do Norte

Na região norte do país, o segundo turno das eleições ocorreu de forma tranquila. Pará Edmilson Rodrigues (PSOL) foi eleito prefeito de Belém após o segundo...

José Sarto é eleito prefeito de Fortaleza

José Sarto Nogueira (PDT) será o novo prefeito de Fortaleza pelos próximos quatro anos. Neste domingo (29), ele venceu a disputa para o cargo...