Comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica deixam cargos, nesta terça-feira (30)

O Ministério da Defesa anunciou, nesta terça-feira (30), a saída dos comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica. A decisão foi tomada um dia após Fernando Azevedo e Silva ter pedido demissão do cargo de ministro da Defesa. No lugar dele, assumiu o posto Braga Netto, que chefiava a Casa Civil.

A pasta não informou o motivo das saídas nem os nomes dos substitutos dos comandos das três Forças Armadas. A decisão foi tomada durante reunião que contou com a presença de Fernando Azevedo e Silva, Braga Netto e dos três comandantes substituídos – Edson Pujol (Exército), Ilques Barbosa (Marinha) e Antônio Carlos Moretti Bermudez (Aeronáutica).

Presidente Jair Bolsonaro anuncia uma série de trocas no quadro do governo

Governo recebe mais 5 milhões de doses da CoronaVac do Butantan

Nesta segunda (29), ao anunciar a saída do cargo de ministro da Defesa, Azevedo e Silva agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e disse ter dedicado “total lealdade” ao chefe do Poder Executivo. Na oportunidade, ele também agradeceu aos comandantes das Forças Armadas, bem como às respectivas tropas.
 

Foto: Arquivo/EBC

Leia mais

Leia também