Com novo governo, Israel volta a bombardear palestinos na Faixa de Gaza (vídeo)


A Força Aérea de Israel voltou a bombardear palestinos, na Faixa de Gaza, nesta terça-feira, 15, (manhã de quarta-feira, 16, no horário local). Em um comunicado, Israel disse que atacou os complexos do Hamas e que estava “pronto para todos os cenários, incluindo a retomada dos combates em face dos contínuos atos terroristas vindos de Gaza”

Ainda não há informação sobre feridos ou mortos pelos ataques israelenses. Os ataques tiveram como alvo pelo menos um na cidade de Khan Younes, no sul.

Os ataques israelenses ocorrem após Israel e Gaza assinarem um cessar-fogo no dia 21 de maio, após 11 dias de agressões do Estado de Israel ao território, que resultou na morte de 256 palestinos, incluindo 66 crianças, de acordo com as autoridades de Gaza. Doze pessoas em Israel também foram mortas por foguetes disparados durante o confronto, que iniciou após ataques contra palestinos no final do Ramadão, festa sagrada da religião muçulmana.

São os primeiros ataques a Gaza desde que o novo governo, do direitista Naftali Bennett, assumiu, dando fim ao mandato de 12 anos de Benjamin Netanyahu, ex-primeiro-ministro. Nesta segunda-feira, 14, o novo governo defendeu a marcha de extrema-direita, em Jerusalém Oriental, ocupada, para provocar os palestinos. A “Marcha das Bandeiras” comemora o aniversário da ocupação israelense de 1967 na parte leste da cidade.


Leia mais

Leia também