Com atualização da matriz de risco, comércio pode ficar fechado aos sábados

O Espírito Santo deverá ter 36 municípios com risco alto de coronavírus na próxima semana, conforme a matriz de risco desenvolvida pelo Governo do Estado. As outras 42 cidades capixabas serão consideradas como de risco moderado. Nenhum estará classificado como de risco leve.

A informação foi divulgada no final da tarde desta sexta-feira (05) pelo governador Renato Casagrande, durante uma entrevista coletiva. O governador ressaltou, no entanto, que esse panorama pode ser alterado até o início da semana que vem, dependendo dos dados que serão computados nesta sexta-feira. A atual classificação foi feita levando-se em consideração os dados computados na quinta-feira (04).

Os municípios que estão como risco alto são: Afonso Cláudio, Água Doce do Norte, Águia Branca, Alfredo Chaves, Alto Rio Novo, Anchieta, Apiacá, Barra de São Francisco, Boa Esperança, Bom Jesus do Norte, Cariacica, Castelo, Colatina, Ecoporanga, Fundão, Guaçuí, Guarapari, Ibiraçu, Itapemirim, Itarana, João Neiva, Mantenópolis, Marataízes, Marechal Floriano, Mimoso do Sul, Mucurici, Muniz Freire, Muqui, Piúma, Presidente Kennedy, Santa Tereza, São Roque do Canaã, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória.

De acordo com o governador, com esse novo cenário, nenhum município poderá ter o comércio aberto aos sábados, já que a atividade econômica, nos municípios com risco moderado e alto, só podem funcionar de segunda a sexta-feira. No caso das cidades com risco alto, esse funcionamento deve ocorrer de forma alternada, com cada dia destinado a um segmento.

Variáveis

A atual matriz de risco leva em consideração o coeficiente de incidência do coronavírus nos municípios — quantidade de casos confirmados —, a taxa de letalidade da doença, o índice de isolamento e o percentual de pessoas acima dos 60 anos. Além disso, considera o percentual de leitos ocupados como fator de vulnerabilidade.

Cada uma dessas variáveis tem um peso na classificação da ameaça nos municípios. O coeficiente de incidência tem peso de 50%, as taxas de letalidade e de isolamento, 20% cada uma, e o percentual de idoso, 10% de peso. Com base nisso, é feito um cálculo matemático que estabelecerá o nível de ameaça do coronavírus em cada cidade.

Além disso, a taxa de ocupação de leitos de UTI para covid-19 é levado em consideração na hora de definir a situação do município nessa nova matriz de risco. Uma taxa de ocupação de até 50% é considerada adequada; entre 51% e 80% de ocupação, há uma situação de alerta; de 81% a 90%, o grau de vulnerabilidade é considerado crítico; e acima de 91%, entre-se no chamado plano de crise, podendo-se adotar medidas mais rigorosas nas cidades classificadas como de risco extremo.

Leia mais

RJ: Aprovação da Lei do Gás é determinante para retomada do crescimento econômico

O projeto de lei 6407, que vai instituir a Nova Lei do Gás, deve ser aprovado como está no momento. A avaliação é do...

Brasil alcança a marca de 17 mil testes diários para Covid-19

Quantidade de testes diários para detecção da Covid-19 é 14 vezes maior do que no início da pandemia. Foto: Banco de imagens Nesta semana, o...

Com interiorização da Covid-19, pesquisadores da Fiocruz propõe novos cenários de regionalização no RJ

Uma das preocupações com a interiorização da Covid-19 é como fica o fluxo de atendimento aos pacientes acometidos pela doença nos municípios mais precários....

Adiamento das eleições municipais é aprovado no Senado

O Senado aprovou nesta terça-feira (23) uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que adia as eleições municipais este ano. O texto prevê que...

Leia também

Bandidos trocam tiros com a polícia em Nova Venécia

Uma equipe da Força Tática do 2º Batalhão realizava patrulhamento tático no bairro Altoé  em Nova Venécia na tarde da última segunda-feira (21), quando...

Espírito Santo chega a 3.452 mortes e 116.537 curados em 126.606 casos de Coronavírus

O Espírito Santo registrou, até esta quarta-feira (23), 3.452 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 126.606. O índice de letalidade...

Propaganda eleitoral para candidatos municipais começa dia 27 de setembro

Com a promulgação da Emenda Constitucional (EC) nº 107/2020, que adia eleições municipais para 15 (1º turno) e 29 de novembro (2º turno), ficou...