Com 100 confirmações em 12 dias, Barra de São Francisco chega a 749 casos de Coronavírus

O total de casos confirmados de Coronavírus chegou a 749 em Barra de São Francisco nesta segunda-feira (14). Desses, 620 já estão curados e 26 óbitos, restando, portanto, 103 pacientes em tratamento.

Há doze dias, no dia 2 de setembro, o número total era de 649, uma diferença exata de 100 casos.

O Espírito Santo registrou, até esta segunda-feira (14), 3.359 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 120.252. O índice de letalidade da doença no Estado é de 2,8%. Os dados foram divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

Na comparação com os dados divulgados neste domingo (13), o aumento é de 13 mortes e 704 novos casos da doença.

As novas confirmações não significam, necessariamente, que as mortes e casos aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período.

Até o momento, 109.750 pessoas estão curadas e 340.398 testes foram feitos. Além disso, há 89.118 casos suspeitos e outros 160.601 foram descartados.

Vale ressaltar que a confirmação de casos é lançada no sistema utilizado pelo Governo do ES no dia referente à coleta da amostra do paciente, enquanto a divulgação para o público externo ocorre apenas no dia que sai o resultado positivo para a doença.

O sistema usado pelo Espírito Santo para atualizar os números também contabiliza pacientes residentes em outros estados que fizeram a testagem em cidades capixabas.

A taxa de transmissão da Covid-19 no Espírito Santo está diminuindo. A afirmação é do subsecretário de Estado de vigilância epidemiológica, Luiz Carlos Reblin. De acordo com ele, a taxa de transmissão do coronavírus em todo o Espírito Santo está em 0,34. Isso significa que, para haver uma nova pessoa infectada, outras três precisam ter transmitido o vírus.

“Nossa taxa era acima de 1. Isso era preponderante para que a pandemia crescesse entre nós. A partir do momento em que ela fica abaixo de 1, a pandemia começa a reduzir”, explicou o subsecretário.

Reblin explicou que, na Grande Vitória, a taxa é um pouco menor, de 0,27. E no interior, a taxa é maior, 0,6. “Na Grande Vitória, a taxa de transmissão é menor do que nas demais regiões do Estado. Mas a taxa é menor que 1 em todas as regiões. Isso significa que a pandemia está diminuindo entre nós”, apontou.

A informação foi dada pelo subsecretário em coletiva de imprensa realizada nesta segunda-feira (14). Também presente na coletiva, o secretário de Estado da saúde, Nésio Fernandes, salientou que, embora a pandemia esteja reduzindo, não há motivos para relaxar nos cuidados, já que, diariamente, o Estado continua registrando mortes pela Covid-19.

“Temos uma situação que permite que o governo tome decisões seguras, reconhecendo o menor risco de doença no nosso Estado. Nós não podemos banalizar as mortes e os casos de Covid. A doença mata muito rápido. Comparar a Covid com outras doenças crônicas a longo prazo não é adequado”, enfatizou.

Nésio também declarou que a Sesa está acompanhando de perto a reabertura das atividades econômicas no Estado e também os momentos de aglomerações que acontecem principalmente durante os fins de semana.

“Temos uma percepção de que houve um aumento no número de demandas ambulatoriais na Capital. O aumento foi de quase 20% nas testagens dos últimos dias, e nós estamos acompanhando. Não é o momento de desrespeitar o protocolo”, recomendou.

Testagem

 

O secretário anunciou que, já a partir desta segunda-feira (14), qualquer cidadão que apresente sintomas gripais, sendo do grupo de risco ou não, será testado para a Covid-19. A nota técnica sobre esses procedimentos será publicada ainda nesta semana.

“Caminhamos para estabelecer uma maior ousadia na capacidade de testagem e bloqueio de pessoas sintomáticas. Isso vai permitir que consigamos dar passos ainda mais seguros na pandemia e entender os surtos de forma mais clara. Passaremos a testar todos os pacientes sintomáticos respiratórios, independente de fatores de risco”, explicou Nésio.

Inquéritos

 

Na próxima sexta-feira (18), será realizada uma coletiva de imprensa entre a Secretaria de Saúde (Sesa) e a de Educação (Sedu) para apresentar o inquérito escolar e a forma como serão feitos os testes para alunos e trabalhadores da educação. De acordo com o secretário, também será feito um inquérito sorológico nas comunidades indígenas de Aracruz.

Leia mais

Motociclista morre ao bater contra poste em Vila Pavão

Um motociclista morreu após sofrer um acidente na noite deste sábado, dia 13, em Vila Pavão. Segundo a PM, a vítima foi identificada como Eduardo...

Marinha capixaba diz que tráfego de embarcações é proibido onde aconteceu acidente com lancha

A Marinha do Brasil, que investiga o acidente com uma lancha na baía de Vitória, disse, em nota, que o tráfego de embarcações não...

Shoppings e comércio de rua abrem neste sábado no Espírito Santo

  Os shoppings e o comércio de rua estão autorizados a abrir em todo Espírito Santo neste sábado (8), véspera do Dia dos Pais. O governador...

Leia também

Vereador Mulinha pede que outros bancos ofereçam descontos nos moldes da Caixa Econômica

O vereador de Barra de São Francisco, Wilson Mulinha (PDT), foi procurado por algumas pessoas físicas e do comércio no último sábado, solicitando...

Região Sul tem aumento de 16% no número de candidaturas a prefeitos e vereadores

Foi dada a largada para as eleições municipais de 2020. Este ano, o início da propaganda eleitoral foi postergado para o dia 27 de...

Eleições 2020: 95 municípios poderão realizar segundo turno para escolher prefeito este ano

Noventa e cinco municípios do país com mais de 200 mil eleitores podem ter de promover um segundo turno de votação para escolher os...

Eleições 2020: Fartura do Piauí (PI) lidera o ranking dos municípios com menor arrecadação

Com a proximidade do primeiro turno das eleições para prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, muitos municípios brasileiros estão próximos do colapso financeiro. Mais de 1.900 cidades...