Cinemas, teatros e feiras poderão voltar a funcionar no Espírito Santo

Decisão foi anunciada pelo governador Renato Casagrande e começa a valer a partir da próxima segunda-feira (5). Veículos com ar condicionado do Sistema Transcol também voltarão à atividade.

Por Any Cometti, G1 ES

Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anuncia que cinemas, teatros e feiras poderão voltar a funcionar. — Foto: Reprodução/YouTube

Em pronunciamento nesta sexta-feira (2) pelas redes sociais, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou que atividades culturais como cinemas, teatros e feiras poderão voltar a funcionar a partir da próxima segunda-feira (5).

Essas atividades estavam suspensas desde março no Estado. O governador anunciou, ainda, que as regras para a reabertura serão publicadas no Diário Oficial neste sábado (3).

“Estamos permitindo as atividades de teatro, cinemas, feiras, circo e parques de diversões. Amanhã serão publicadas as medidas de segurança para o retorno. São medidas rigorosas, para serem aplicadas a partir da próxima semana nos municípios em risco baixo”, ponderou o governador.

Casagrande adiantou, ainda, que depois de liberar os eventos para até 100 pessoas adultas no Estado, a equipe de governo está estudando flexibilizar ainda mais as regras para os eventos sociais.

“Estamos estudando novas regras para os eventos. Na semana que vem, teremos uma nova posição sobre esse tema”.

Sobre o Sistema Transcol, o governador anunciou que 100% da frota voltará a circular também a partir da próxima segunda-feira. Os 126 ônibus com ar condicionado passarão a integrar a frota de pouco mais de 1.400 veículos.

“O ar condicionado estará ligado, mas terá renovação constante. A cada três minutos, o ar do veículo é renovado”, explicou Casagrande.

Casagrande declarou, ainda, que a testagem dos servidores da educação já começou. “Será feito um censo com todos os servidores da educação do Estado e um inquérito com amostragem com alunos e servidores do município e das iniciativas privadas, o que dará cada vez mais suporte para as decisões que estamos tomando”.

O governador também disse que a decisão sobre a volta às aulas está sendo tomada com segurança e que, nos próximos dias, devido ao aumento das testagens para todos aqueles que estão sintomáticos, os números de casos de Covid-19 devem aumentar no Estado.

“Quando fazemos mais testagens, como estamos fazendo agora de todos os sintomáticos, somando com o censo da educação e o inquérito da educação, com certeza vai aumentar o número de pessoas identificadas com a Covid”, pontuou o governador.

“Estamos seguros de que na educação pública estamos dando um passo sabendo que esse é um processo híbrido, com aulas presenciais e remotas; e opcional, já que pais e responsáveis que não sentirem segurança, terão a opção das atividades remotas para os alunos. Mas é um passo seguro dentro do protocolo que já anunciamos”.

Leia mais

Grande Vitória registra 12 mortes violentas no fim de semana

Doze pessoas foram assassinadas e outras 10 sofreram tentativa de homicídio, na Grande Vitória, durante este final de semana. Os casos são investigados pela...

INDICADORES: Alta no preço do boi gordo nesta quinta-feira (30)

A cotação da arroba do boi gordo começou a quinta-feira (30) com alta de 0,09% no preço e o produto é negociado a R$...

Acidente em rodovia Nova Venécia x Vila Pavão deixa quatro feridos

Um grave acidente na noite desta quarta-feira (22), na rodovia que liga os municípios de Nova Venécia e Vila Pavão, deixou quatro pessoas feridas. Segundo...

Maioria dos prefeitos médicos teve bom desempenho contra Covid-19

Durante as eleições, 276 dos mais de cinco mil prefeitos brasileiros declararam à Justiça Eleitoral que são médicos. Por mais que a profissão possa...

Leia também

INDICADORES: Café em alta nesta terça-feira (27)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (27) com alta de 0,35% no preço e é vendida a R$ 538,84...

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...