Cientistas descobrem gene que poderia duplicar risco da COVID-19 grave • SiteBarra

Cientistas descobrem gene que poderia duplicar risco da COVID-19 grave


Sputnik – Os pesquisadores realizaram um estudo de associação do genoma completo (GWAS, na sigla em inglês) que revelou o território cromossômico 3p21.31, que pode aumentar duas vezes o risco de insuficiência respiratória em infectados pelo novo coronavírus, de acordo com estudo publicado na revista Nature Genetics.

“Aplicamos uma plataforma de aprendizado de máquina e biologia molecular para decodificar os resultados do GWAS e identificamos um gene LZTFL1 relativamente inexplorado como potencialmente responsável pelo surgimento de tal risco”, diz a publicação.

60% das pessoas de origem do sul da Ásia e 15% dos europeus têm esse gene. Esse fenômeno explica parcialmente o nível de mortalidade excessiva em algumas áreas do Reino Unido, segundo os cientistas.

Os pesquisadores avisaram que o gene LZTFL1 não pode ser considerado a única causa de complicações respiratórias em infectados pelo coronavírus, porque vários fatores como as condições socioeconômicas desempenham papel importante nesse processo.

Por exemplo, representantes afro-caribenhos são portadores de um genótipo causador de risco apenas em 2% dos casos. No entanto, eles foram atingidos pela pandemia tanto como as outras nacionalidades.

Um dos chefes do estudo, o professor James Davis, disse que o aumento do risco genético deve ser neutralizado pela vacinação, cita o canal Sky News.