Cidade do interior de São Paulo usa ‘túnel de desinfecção’ para combater o coronavírus

A prefeitura de Boituva (SP) começou a usar um túnel inflável para desinfecção no combate ao coronavírus. Nesta quinta-feira (9), a estrutura foi instalada na rodoviária da cidade com a proposta de desinfectar pessoas que passam por ele.

A cidade contabiliza, até a manhã desta quinta-feira (9), dois casos confirmados, duas mortes e outros oito casos suspeitos.

O túnel inflável usa um sistema de pulverização com ozônio aquoso. Segundo a prefeitura, em contato com o produto, no momento em que é pulverizado durante a passagem pelo túnel, as pessoas ficam protegidas de contaminação e proliferação do vírus no período de uma hora e meia.

O sistema pulveriza o ozônio umedecido para atingir a parte superficial do corpo, como roupas, acessórios e calçados.

O túnel tem aproximadamente 3 metros e é preciso que a passagem seja de forma lenta, cerca de 15 segundos, para garantir a eficácia da aplicação.

Segundo informações da prefeitura, “o ozônio é 100% seguro e não traz nenhum risco para a saúde, não tem efeitos colaterais e é eficiente na neutralização do vírus. O ozônio é um produto sanitizante e terapêutico”.

Prefeitura de Boituva instala túnel de desinfecção na cidade com objetivo de conter avanço do novo coronavírus — Foto: Prefeitura de Boituva/Divulgação

Prefeitura de Boituva instala túnel de desinfecção na cidade com objetivo de conter avanço do novo coronavírus — Foto: Prefeitura de Boituva/Divulgação

O túnel foi doado por empresários e não teve custos ao município. A empresa responsável pelo túnel possui autorização da Vigilância Sanitária para exercer a atividade.

O túnel de desinfecção ficará na rodoviária de Boituva até sexta-feira (10), das 9h às 17h. Outros espaços públicos da cidade também devem receber a ação.

Além do túnel, equipes da saúde municipal também fazem aferição da temperatura, para auxiliar no combate ao coronavírus.

Prefeitura de Boituva instala túnel de desinfecção na cidade com objetivo de conter avanço do novo coronavírus — Foto: Prefeitura de Boituva/Divulgação

Prefeitura de Boituva instala túnel de desinfecção na cidade com objetivo de conter avanço do novo coronavírus — Foto: Prefeitura de Boituva/Divulgação

Risco

De acordo com a médica infectologista Carolina Malavazzi, o ozônio tem alta eficácia germicida contra organismos patogênicos, como bactérias, protozoários e vírus. No entanto, o ozônio medicinal como defesa contra o coronavírus ainda não foi comprovado.

“Não significa que não possua eficácia, mas sim que ainda não temos estudos clínicos, então não podemos afirmar que seu uso é eficaz no combate ao coronavírus”, diz.

Malavazzi pontua que, se aplicado em doses excessivas, o ozônio pode provocar de problemas respiratórios e pode até causar a morte.

“Pessoas com uma deficiência relacionada à enzima G6PD não podem fazer uso de ozonioterapia, pois ela tende a causar a destruição em massa das hemácias, células do sangue cuja função no organismo é transportar oxigênio.”

Segundo ela, na China há um estudo em andamento que avalia os resultados do tratamento com ozônio contra a Covid-19, mas a orientação foi reagir com prudência e aguardar a publicação dos resultados. “Até o momento esse tipo de procedimento não deveria ser utilizado.”

Confira as medidas de higienização em outras cidades da região:

Itapetininga

Em Itapetininga, a prefeitura junto com a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) estão realizando ações de higienização nas áreas próximas às unidades de saúde do município.

A iniciativa tem como principal objetivo a prevenção e o combate ao coronavírus.

Nesta terça-feira (07) a operação foi feita em torno do Hospital Dr. Léo Orsi Bernardes, Pronto Socorro Municipal e Instituto de Nefrologia e Diálise de Itapetininga.

O serviço é feito com apoio de um caminhão bomba responsável pela higienização a base de uma solução com água e cloro em alta concentração, para criar barreira sanitária.

Capão Bonito

Em Capão Bonito (SP) foram realizadas diversas ações de desinfecção na cidade. Caminhões da Sabesp e funcionários da prefeitura lavaram as principais vias e espaços públicos com água e cloro.

Uma ação diferente também aconteceu na madrugada de domingo (5) sendo feita a desinfecção com tratores agrícolas que fazem a pulverização, também com água e cloro.

Cerquilho

A prefeitura de Cerquilho (SP), através da Defesa Civil e da Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Cerquilho (SAAEC), iniciaram a desinfecção de ruas e espaços públicos do município no dia 24 de março, utilizando uma solução de água com hipoclorito de sódio.

A solução continua sendo aplicada de duas a três vezes na semana em locais e estabelecimento de serviços essenciais, com maior concentração de pessoas na cidade, como rodoviária, base da Guarda Civil Municipal e da Polícia Militar, além de postos de saúde, Santa Casa de Misericórdia, agências bancárias e lotéricas, açougues, supermercados e farmácias.

Leia mais

Espírito Santo chega a 3.388 mortes e 111.340 curados com 121.710 casos confirmados de Covid-19

O Espírito Santo registrou, até esta quarta-feira (16), 3.388 mortes por Covid-19. O número de casos confirmados chegou a 121.710. O índice de letalidade...

Vereadores pedem paralisação de construção de Praça no Centro de Vila Pavão

Seis vereadores da Câmara Municipal de Vila Pavão encaminharam um ofício ao Ministério Público na última segunda-feira (04), solicitando a paralisação da construção da...

O TEMPO E A TEMPERATURA: Nordeste do país tem tempo predominantemente quente e seco, neste sábado (1)

O tempo quente e seco predomina sobre a região Nordeste do país, neste sábado (1), principalmente no interior e no Maranhão, Piauí e Ceará....

Procuradoria do Paraguai pede prisão de diretor de presídio e de 30 agentes penitenciários após fuga de detentos

Após a fuga de 76 integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC) de um presídio do Paraguai, no último domingo (19), a Procuradoria do...

Leia também