Chuva intensa provoca alagamentos e transtornos no Espírito Santo

De acordo com o boletim meteorológico da Defesa Civil emitido na manhã desta segunda (8), o ES está em estado de alerta, com risco de temporais e deslizamentos.

Chuva provocou alagamentos em ruas próximas ao Terminal de Vila Velha

Chuva provocou alagamentos em ruas próximas ao Terminal de Vila Velha

O Espírito Santo está em estado de alerta devido ao risco de fortes chuvas que podem atingir todas as regiões do estado.

De acordo com o boletim da Defesa Civil divulgado na manhã desta segunda (8), o volume de chuvas já causa transtornos tanto na Grande Vitória quanto no interior do estado, provocando a queda de árvores e o destelhamento de casas.

Ao todo, 26 cidades do estado registraram volumes acumulados de chuva acima dos 50 mm. A Serra, na Grande Vitória, foi o segundo município em que mais choveu no estado, acumulando 96,85 milímetros de chuva nas últimas 24 horas.

Na região de Jacaraípe, uma pessoa se feriu devido ao destelhamento de uma casa. Com escoriações leves, ela foi levada para o hospital. Já em Cariacica, onde choveu 55,09 milímetros em 24 horas, duas casas também foram destelhadas.

No interior do Espírito Santo, quedas de árvores foram registradas em cidades como Nova Venécia, Santa Teresa e Ibiraçu, enquanto em Iúna e em Ibitirama, na região Sul, casas e quintais ficaram alagados.

Tempestade provocou queda de árvore em Nova Venécia

Tempestade provocou queda de árvore em Nova Venécia

Apesar de não haver registros oficiais por parte da Defesa Civil, moradores e equipes de reportagem da TV Gazeta identificaram pontos de alagamento em outras regiões, como no município de Vila Velha, na Grande Vitória. Já em Linhares, no Norte do Espírito Santo, uma rua foi tomada pela água.

Rua fica alagada em Linhares, ES

Rua fica alagada em Linhares, ES

Em Piúma, no Litoral Sul do estado, também houve alagamentos.

Chuva alaga rua em Piúma, no Sul do ES.

Chuva alaga rua em Piúma, no Sul do ES.

Apesar das ocorrências, até o momento, não há registros de desabrigados e de desalojados, segundo a Defesa Civil.

Ao todo, 28 alertas de temporais ou de deslizamentos de terra moderados foram emitidos para diferentes cidades, incluindo os municípios de Vitória, Serra, Vila Velha e Cariacica. A única cidade que apresenta risco alto para deslizamentos é Ibitirama, no Sul do Espírito, cidade que registrou o maior acumulado de chuvas no estado: lá, choveu 136 milímetros nas últimas 24 horas.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), as pancadas fortes e moderadas de chuva virão acompanhadas de raios e de vento, podendo gerar grandes acumulados de água.

O Incaper prevê que a chuva e mantenha até a próxima terça-feira (9) e comece a perde força na quarta (10), embora ainda possa haver chuvas em alguns locais.

Leia mais

Leia também