China compara acusações de vazamento do vírus com mentiras sobre armas de destruição em massa do Iraque


Sputnik – Nesta segunda-feira (7), a embaixada da China nos EUA criticou as alegações de que o novo coronavírus foi vazado do laboratório, comparando-as com as acusações falsas de que o Iraque possuía armas de destruição em massa. ” A campanha para politizar o estudo das origens e difamar a China não é diferente das mentiras sobre o Iraque possuir armas de destruição em massa (ADM) 12 anos atrás”, tweetou o porta-voz da embaixada, Liu Pengyu.

No fim de maio, o presidente norte-americano Joe Biden ordenou que a inteligência dos EUA apresentasse um relatório reexaminando as origens do coronavírus. Comentando isso, Pequim disse que os cientistas, e não os serviços de informações, é que devem se empenhar em descobrir a origem da Covid-19.

China e Estados Unidos

China e Estados Unidos (Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também