China apoia reunião especial de líderes asiáticos para mediar situação em Mianmar


A China disse na quinta-feira (1), que apoia firmemente a promoção das conversações de paz sobre Mianmar segundo as gestões da ASEAN, e apoia a realização de uma reunião especial de líderes desse bloco para mediar a situação nesse país o mais cedo possível.

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores chinês, Wang Yi, fez a declaração ao reunir-se com a imprensa junto com seu homólogo malasiano, Hishammuddin Hussein, na cidade de Nanping, na Província de Fujian, informa a edição on line do Diário do Povo.

Wang disse esperar que as partes relevantes de Mianmar devem buscar os interesses de longo prazo do país e da nação, iniciar o diálogo e consultas o mais cedo possível, superar as divergências sob a constituição e o quadro jurídico, e avançar constantemente no processo de transformação democrática arduamente conquistada.

Pedindo que todas as partes relevantes mantenham a contenção, a China e a Malásia concordaram que a comunidade internacional deve defender a norma básica de não interferência nos assuntos internos, e criar um bom ambiente para a reconciliação política doméstica em Mianmar.

Países da Asean vão mediar conflito em Mianmar, cujo exército deu golpe militar

Países da Asean vão mediar conflito em Mianmar, cujo exército deu golpe militar (Foto: Sputnik)

Leia mais

Leia também