China apoia a reivindicação da Argentina à soberania das Ilhas Malvinas


Rádio Internacional da China – A China apoia a soberania argentina sobre as Ilhas Malvinas. Foi o que defendeu Geng Shuang, vice-representante da China na ONU. Ele expressou a expectativa de que o Reino Unido responda ativamente ao apelo da Argentina e comece as negociações o mais cedo possível para encontrar uma solução pacífica, justa e duradoura baseada nas resoluções concernentes da ONU.

Esta é a posição consistente da China sobre a questão das Ilhas Malvinas. É uma declaração baseada nos méritos da questão e reflete o respeito e a defesa dos princípios da Carta da ONU.

Após a Guerra das Malvinas, a Argentina nunca parou de revindicar a soberania das Ilhas Malvinas. O Comitê Especial de Descolonização instou muitas vezes o governo britânico a negociar com o governo argentino, porém foi recusado pelo Reino Unido. Isso mostra que o país europeu ainda está vivendo o velho sonho do colonialismo e quer continuar desfrutando dos benefícios da época colonial, aplicando a política do poder no mundo. Até hoje, os líderes ainda não querem refletir sobre seus crimes.

Hoje, a política do poder e do bullying ainda está fazem o mal ao mundo, minando os direitos e interesses dos países em desenvolvimento. Por exemplo, a intervenção irracional do Reino Unido na questão de Hong Kong e o colonialismo na questão climática feito pelas potências ocidentais aos países em desenvolvimento são continuidade do antigo colonialismo nos tempos atuais.

Este ano marca o primeiro da quarta década desde a erradicação do colonialismo. Chegou o momento de pôr fim ao colonialismo de todas as formas e apoiar a reivindicação da Argentina às Ilhas Malvinas é um ato necessário para se atingir este fim.

Vista Aérea de Puerto Argentino, Ilhas Malvinas

Vista Aérea de Puerto Argentino, Ilhas Malvinas (Foto: Russia Today)

Leia mais

Leia também