Chegada das chuvas preocupa para aumento de casos de dengue

As altas temperaturas e a falta de chuva foram características marcantes nos primeiros meses deste ano no Espírito Santo. Mas o mês de abril chegou, e com ele a chuva que, para muitos, é sinônimo de frescor.

Por isso, é preciso evitar que a água se acumule, para não se tornar ambiente propício para o surgimento de criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, do zika e da chikungunya.

Além disso, é preciso atenção, pois os ovos colocados pelos mosquitos nas últimas semanas, em contato com a água das chuvas, irão eclodir, o que aumenta os riscos de proliferação do mosquito.

Como se prevenir:

– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

– Tirar água dos pratos de plantas;

– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;

– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

Leia mais

Leia também