Chefe das Forças Armadas renuncia três dias antes de mudança de governo no Peru


– O chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas do Peru, general do Exército César Astudillo, renunciou ao cargo neste domingo (25), três dias antes de Pedro Castillo, de esquerda, assumir a presidência.

“A renúncia está confirmada, não vamos dar mais detalhes”, disse à agência de notícias AFP uma fonte do Comando Conjunto das Forças Armadas.

De acordo com o jornal Perú 21, Astudillo solicitou sua passagem para a reforma e que esta seja efetivada na quarta-feira (28), no dia em que Castillo tomará posse.

O presidente interino, Francisco Sagasti, descartou que o pedido de Astudillo tenha sido motivada pela chegada de seu sucessor ao poder. “Faz um bom tempo que o general César Astudillo me disse que tinha ficado um ano além do que correspondia a pedido do ex-presidente (Martín) Vizcarra. Mas ele sentia que já era hora de sair. Há uma semana me disse que estava pensando em fazê-lo”, afirmou Sagasti no programa Punto Final.