Chanceler de Cuba denuncia hipocrisia na política dos Estados Unidos • SiteBarra

Chanceler de Cuba denuncia hipocrisia na política dos Estados Unidos


“É uma hipocrisia que os EUA não tolerem interferências em seus assuntos internos, mas promovam e financiem ações desestabilizadoras destinadas a subverter a ordem constitucional em Cuba”, escreveu o chanceler de Cuba, Bruno Rodríguez em sua conta no Twitter, informa a Prensa Latina.

Na opinião do chefe da diplomacia cubana, tais manobras procuram encobrir o ultraje de sua política criminosa e desumana.

Nos últimos dias, o governo de Cuba apresentou numerosas evidências dos vínculos entre os promotores de uma manifestação ilícita em Cuba e representantes de organizações como a Fundação Nacional Cubano-Americana e o Movimento pela Democracia com sede na Flórida.

Setores da extrema direita cubano-americana residentes na Flórida e representantes do governo dos Estados Unidos explicitaram seu apoio a esta ação e reiteraram seu desejo de que provocasse uma mudança de regime na ilha.

Nesse sentido, especialistas de diferentes ramos sociais têm alertado sobre a Guerra Não Convencional ou o roteiro de um golpe de Estado “brando” que está sendo aplicado em Cuba seguindo os parâmetros de uma suposta luta não violenta.

Notícias falsas, manipulação emocional, colapso institucional e formação de formadores de opinião são algumas das ferramentas dessa estratégia descrita no livro sobre o chamado golpe suave do cientista político americano Gene Sharp.

Chanceler cubano Bruno Rodríguez

Chanceler cubano Bruno Rodríguez (Foto: Prensa Latina)