Cenário da construção civil na pandemia é tema de videoconferência da Sedes e do Sinduscon-ES

A Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) participou, na manhã desta segunda-feira (06), de uma videoconferência com o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Espírito Santo (Sinduscon-ES), Paulo Alexandre Baraona. O encontro on-line abordou o panorama geral da construção civil diante da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), além de aspectos para retomada do setor e suas perspectivas futuras.
 
O presidente do Sinduscon-ES, Paulo Baraona, ressaltou as principais mudanças na construção civil no período. “A pandemia acelerou as mudanças que já estavam acontecendo na construção civil, principalmente em São Paulo. Os condomínios já oferecem aos moradores uma série de serviços como restaurantes, academias, áreas de trabalho e apartamentos mais otimizados, então a cultura do home office já estava sendo implementada e, agora com a pandemia, o conceito de habitação também irá se adaptar com as exigências dos tempos atuais”, disse.
 
Na ocasião, o secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, ressaltou que a Sedes está à disposição do setor para auxiliar e citou as conquistas do Programa Estadual de Desburocratização do Ambiente de Negócios (Simplifica-ES). Segundo Kneip, o programa está entre as principais ferramentas para impulsionamento da retomada econômica no pós-pandemia.
 
“A intenção da nossa equipe é de se aproximar do setor produtivo do Estado, e a Sedes com o Simplifica-ES, que facilita e agiliza o atendimento aos empreendedores, reduzindo o tempo de abertura de novos negócios, está empenhada em alcançar resultados positivos cada vez mais rápidos para atrair empreendedores que desejam investir em nosso Estado. Este certamente também é um dos mecanismos que poderá ser utilizado pelas empresas do ramo da construção civil, como forma de alavancar o setor após a superação da pandemia”, destacou Kneip.
 
Também participaram da reunião o diretor do Sinduscon-ES, Icaro Gomes; o subsecretário de Estado de Atração de Investimentos e Negócios Internacionais, Gabriel Feitosa; a subsecretária de Estado de Competitividade e Projetos Estruturantes, Rachel Freixo; e os assessores especiais, Fabrine Schwanz e Guilherme Coelho.
 
Texto: Carolina Moreira 
 

Leia mais

Leia também