Causa das mortes de centenas de peixes em lagoa do Espírito Santo é investigada

Água e peixes da Lagoa do Meio foram recolhidos pela Prefeitura de Linhares, no Norte do Espírito Santo, após centenas de peixes aparecerem mortos nesta segunda-feira (12). O material será analisado.

A Lagoa do Meio fica na área urbana do município.

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Linhares acredita que as mortes foram causada pelas altas temperaturas.

“Passamos por um período muito quente e isso influencia na temperatura da água, causando um fenômeno chamado inversão térmica. Isso faz com que tenha desprendimento de matéria orgânica do fundo e isso diminui drasticamente os níveis de oxigênio”, informou o secretário de Meio Ambiente, Fabrício Borgui.

Peixes mortos foram encontrados em Linhares

De acordo com biólogos, a situação pode ter sido causada pela falta de oxigênio na água provocada pela poluição.

“Essa lagoa é uma lagoa urbana e recebe uma grande quantidade de esgoto doméstico e industrial. O esgoto aumenta a quantidade de nutrientes da água e, com isso, a cobertura vegetal de alga e outras plantas vão crescer, se alimentar desses nutrientes e causar um aumento no consumo desse oxigênio”, explicou o biólogo Luciano Cabral.

Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Linhares acredita que a morte foi causada pelas altas temperaturas

Leia mais

Leia também