Catarinenses fazem homenagem aos profissionais do Hospital Dr. Jayme Santos Neves

No início do mês de março, o Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, na Serra, recebeu o primeiro paciente vindo do Estado de Santa Catarina, no Sul do País, para continuidade do tratamento contra a Covid-19. Ao todo, a unidade de saúde abriu as portas e garantiu assistência qualificada para cinco catarinenses. Ainda hoje, quase dois meses depois, uma paciente de 70 anos continua internada em tratamento.

A solidariedade do Governo do capixaba permitiu que essas pessoas tivessem a garantia do leito de tratamento intensivo e recebessem todos os cuidados necessários, já que Santa Catarina enfrentava dificuldades na taxa de ocupação de seus hospitais e unidades de saúde.

A gratidão do povo catarinense chegou até os profissionais do Hospital Dr. Jayme em forma de cartas. A comunidade da Igreja Evangélica de Confissão Luterana do Brasil de Santa Catarina se empenhou numa iniciativa denominada “Fé em Ação” e enviou algumas mensagens de encorajamento aos profissionais do Hospital Dr. Jayme.

“A ideia era mostrar como esses jovens vivem a fé. Eles decidiram escrever cartas de gratidão e palavras de encorajamento aos nossos funcionários. Nós recebemos com muito carinho. Saber que mesmo de longe existem pessoas orando pelo nosso trabalho e dedicando tempo em colocar no papel esse reconhecimento torna tudo mais leve”, completou o diretor geral do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves, Joubert Silva.

As cartas, juntamente com fotos enviadas, estão expostas no corredor principal do Hospital, espaço em que todos podem ter acesso às mensagens.

 

Pacientes de Santa Catarina

Entre os dias 03 e 09 de março, o Espírito Santo recebeu cinco pacientes transferidos do Estado de Santa Catarina para dar continuidade ao tratamento contra o novo Coronavírus (Covid-19) em solo capixaba. O acolhimento a esses pacientes aconteceu em decorrência da situação de grave crise sanitária no Estado do Sul do País.

Todos os cinco pacientes permaneceram sob os cuidados dos profissionais do Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves e ficaram em leitos de isolamento. O Serviço de Assistência Social ficou em constante monitoramento da evolução do quadro clínico. Ao todo, quatro pacientes foram a óbito e um permanece internado no Hospital Dr. Jayme.

 

Leia mais

Leia também