Casagrande participa de debate virtual com governadores sobre pandemia, crise e pacto federativo

Compartilhe

Foto: Giovani Pagotto/Governo-ES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, foi um dos debatedores do evento realizado pelo Observatório da Democracia na tarde deste sábado (16), por meio de videoconferência. O debate abordou o enfrentamento à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), a crise econômica e o pacto federativo. Também participaram os governadores Rui Costa (Bahia), Flavio Dino (Maranhão) e Hélder Barbalho (Pará).

Na fala de abertura do encontro virtual, Casagrande destacou o atual momento do Espírito Santo e a falta de uma coordenação nacional no combate à pandemia:

“Nenhum de nós imaginou passar pelo que estamos passando. É uma crise que precisamos enfrentar dia após dia. Temos que refazer todo o nosso planejamento. O Espírito Santo vai perder R$ 3,4 bilhões de receita este ano. Analisando como os líderes do mundo estão enfrentando essa pandemia. Vemos que os Estados Unidos têm um presidente que segue a mesma linha do atual presidente do Brasil e os dois países vem sofrendo com um elevado número de mortos”, comparou.

O governador capixaba prosseguiu: “Não temos uma coordenação nacional e isso dificulta muito. A saída do ministro [Nelson Teich, da Saúde], com menos de um mês no cargo, mostra isso claramente. Se não bastasse os problemas que enfrentamos, ainda existe o enfrentamento do presidente em todos os assuntos, em especial com os governadores. Jamais imaginei que ele faria um enfrentamento à vida”, disse.

Casagrande citou a necessidade de o Governo Federal coordenar as ações de resposta às consequências da pandemia. “Estamos em uma Federação desequilibrada. Mais de 60% dos recursos ficam com a União. Quem tem poder para enfrentar essa crise mundial são os governos centrais e isso é o que todos os líderes estadistas estão fazendo. Aqui, temos algumas atitudes, mas de forma descoordenada. Quem tem poder de imprimir moeda é o governo central. Tudo o que pudermos fazer vamos fazer, mas temos uma limitação”, disse.

Durante o debate, o governador Casagrande também falou sobre a preparação da rede de saúde pelo Governo do Espírito Santo para atender os pacientes com a Covid-19, além das ações de enfrentamento à pandemia.

“Estamos enfrentando uma pandemia de longo prazo até chegar uma vacina. Abrimos 408 leitos de UTI exclusivos para a Covid. Estamos desde o final de janeiro nos preparando. A dificuldade do isolamento social é enorme. A crise da saúde ainda não atingiu o Espírito Santo, mas falo que esta não depende apenas do Governo, mas de todos. Muitos defendem o fechamento do comércio, mas vão à praia ou para casa dos amigos. Não podemos terceirizar as ações e precisamos começar falando que cada um precisa fazer sua parte, seu esforço. Leito de UTI salva vidas, mas não todas. O que salva vidas é o isolamento social”, repetiu.

Leia também

Déficit na balança comercial de produtos químicos atingiu US$ 23,5 bilhões em cinco meses, diz Abiquim

Dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim) revelam que o déficit na balança comercial de produtos...

Coopeavi recebe inscrições para 2º Torneio de Silagem de Milho

  O inverno chegou e é tempo de se preparar para manter nutrido o gado leiteiro sem contratempos. Com...

Aeroporto de Vitória volta a ter voos diretos para Fortaleza

O Aeroporto de Vitória vai voltar a ofertar voos diretos para Fortaleza a partir de julho. O voo inaugural...

Barra de São Francisco fará parte do Projeto de Desenvolvimento Federativo lançado pela Sudene

O Governo Federal, por meio da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), lança nesta quinta-feira, 30, no Hotel...

PM apreende 2kg de pasta base de cocaína no Norte do ES

  Policiais militares da 18ª CIA Independente, de Jaguaré, apreenderam dois quilos de pasta base de cocaína na noite...

Passador de gado é construído no Córrego Miracema

Funcionários da Secretaria de Transportes e Estradas da prefeitura de Barra de São Francisco, construíram no último sábado...

Criador do meme “Me dê, papai” morre em bar

Faleceu no início da tarde deste domingo (3) cidade de Tauá, no estado do Ceará, José Iaiá mais...