Casagrande critica mudanças no boletim sobre covid-19 do Ministério da Saúde

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), comentou nesta segunda-feira, 8, as mudanças feitas pelo Ministério da Saúde na publicação de seu balanço da pandemia do coronavírus.

Segundo Casagrande, é “inaceitável o Governo Federal criar tanta confusão sobre número de óbitos pela Covid 19”.

O governador ainda disse que falta coordenação nacional e que o presidente Jair Bolsonaro dá exemplo ruim em manifestações.

“Inaceitavel o gov. fed. criar tanta confusão sobre número de óbitos pela Covid 19. Já não bastasse a falta de coordenação nacional, o exemplo ruim do PR em manifestações; agora à falta de transparência. A imagem do Brasil cada vez pior e a desconsideração com quem está sofrendo.” Postou ele em sua conta no Twitter.

Mudança da divulgação – Em resposta à decisão do governo de restringir o acesso a dados sobre a pandemia de Covid-19, os veículos G1, O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL decidiram formar uma parceria e trabalhar de forma colaborativa para buscar as informações necessárias nos 26 estados e no Distrito Federal.

Em uma iniciativa inédita, equipes de todos os veículos vão dividir tarefas e compartilhar as informações obtidas para que os brasileiros possam saber como está a evolução e o total de óbitos provocados pela Covid-19, além dos números consolidados de casos testados e com resultado positivo para o novo coronavírus. O balanço diário será fechado às 20h.

Mudanças feitas pelo Ministério da Saúde na publicação de seu balanço da pandemia reduziram a quantidade e a qualidade dos dados. Primeiro, o horário de divulgação, que era às 17h na gestão do ministro Luiz Henrique Mandetta (até 17 de abril), passou para as 19h e depois para as 22h. Isso dificulta ou inviabiliza a publicação dos dados em telejornais e veículos impressos. “Acabou matéria no Jornal Nacional”, disse o presidente Jair Bolsonaro, em tom de deboche, ao comentar a mudança.

A segunda alteração foi de caráter qualitativo. O portal no qual o ministério divulga o número de mortos e contaminados foi retirado do ar na noite da última quinta-feira (4). Quando retornou, depois de mais de 19 horas, passou a apresentar apenas informações sobre os casos “novos”, ou seja, registrados no próprio dia. Desapareceram os números consolidados e o histórico da doença desde seu começo. Também foram eliminados do site os links para downloads de dados em formato de tabela, essenciais para análises de pesquisadores e jornalistas, e que alimentavam outras iniciativas de divulgação.

Entre os itens que deixaram de ser publicados estão: curva de casos novos por data de notificação e por semana epidemiológica; casos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica; mortes por data de notificação e por semana epidemiológica; e óbitos acumulados por data de notificação e por semana epidemiológica.

Neste domingo, 7, o governo anunciou que voltaria a informar seus balanços sobre a doença. Mas mostrou números conflitantes, divulgados no intervalo de poucas horas.

Em razão dessas omissões, a parceria entre os veículos de comunicação vai coletar os números diretamente nas secretarias estaduais de Saúde. Cada órgão de imprensa divulgará o resultado desse acompanhamento em seus respectivos canais. O grupo vai chamar a atenção do público se não houver transparência e regularidade na divulgação dos dados pelos Estados. (G1 Espírito Santo)

Casagrande critica mudanças no boletim sobre covid-19 do Ministério da Saúde

Segundo Casagrande, é “inaceitável o Governo Federal criar tanta confusão sobre número de óbitos pela Covid 19” (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

Leia mais

Governo firma parceria para restauração de respiradores

Equipamentos fundamentais para os pacientes hospitalizados com estado de saúde grave e de risco, os respiradores...

TCU identifica quase 42 mil irregulares em folhas de pagamento de servidores federais

Fiscalização realizada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) detectou quase 42 mil indícios de irregularidades em dados cadastrais e folhas de pagamento de...

Eleição 2020: Enivaldo já está em Barra de São Francisco

O deputado estadual Enivaldo dos Anjos (PSD), já está em Barra de São Francisco. Pré-candidato a prefeito, Enivaldo chega para participar de reuniões e finalizar...

Leia também

Nota de Falecimento – ADÃO RODRIGUES LEMES

A prefeitura de Barra de São Francisco divulgou nesta terça-feira (29) uma nota de pesar pelo falecimento do servidor aposentado Adão Rodrigues Lemes. "Com pesar,...

Cão policial encontra droga enterrada em Ecoporanga

Policiais Militares do 11º Batalhão apreenderam drogas enterradas com auxílio do cão policial Jayson. O fato ocorreu na noite desta segunda-feira (28), no município...

Nova Venécia em alerta crítico para incêndios florestais

A Defesa Civil de Nova Venécia recebeu um alerta crítico do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE), para incêndios devido a onda de calor...

INDICADORES: São Paulo registra alta no boi gordo nesta terça (29)

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (29) com alta de 0,02% no preço e o produto é negociado a R$...