Casagrande anuncia que comércio ficará fechado por mais uma semana

O comércio da Grande Vitória ficará fechado até o dia 10 de maio, Dia das Mães, na Grande Vitória e nas cidades de alto risco como Alfredo Chaves e Bom Jesus do Norte.

A decisão anunciada pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, de deixar o comércio fechado por mais uma semana foi anunciada no início da tarde deste sábado (2), após uma reunião para atualização do Mapa de Gestão de Risco, que ajuda a estabelecer medidas em cada município no combate ao novo coronavírus.

Temos 266 leitos de UTI, com 68% de ocupação, então esses indicadores ainda apontam para que a gente continue com o comércio fechado. Precisamos ampliar o isolamento social, então a decisão, até domingo que vem, é manter as lojas e os shoppings fechados, disse Casagrande.

Durante a coletiva na tarde deste sábado (02), o governador reforçou, mais uma vez, a necessidade de isolamento social. Ele salientou que as informações do Painel Covid-19 mostram que a maior parte das mortes estão sendo registradas em bairros mais populares e não em bairros mais estruturados.

Renato Casagrande lembrou que os primeiros casos no Espírito Santo não foram registrados nas regiões periféricas, mas que nas semanas seguintes houve uma migração, justamente, para os bairros menos estruturados.

“Temos informações que nos bairros menos estruturados o isolamento é bem menor”, reforçou o governador.

No último sábado (25), o Governo do Estado havia informado que deveria autorizar a reabertura do comércio em geral a partir da próxima segunda-feira (4), na Grande Vitória e em Alfredo Chaves, Fundão e Bom Jesus do Norte, municípios que, até então, estavam no mapa como de alto risco de contaminação do novo coronavírus. Em nova atualização, neste sábado (2), o município de Bom Jesus do Norte foi reclassificado para o grupo de Risco Moderado.

Em coletiva na noite da última quinta-feira (30), Casagrande já havia sinalizado que os dados de isolamento social nos municípios capixabas não eram favoráveis à reabertura do comércio.

“O resultado só sai no sábado. Os dados de hoje (quinta), do acumulado da semana, não são favoráveis à flexibilização dessa atividade. O isolamento está abaixo de 50% , estamos com 46% de isolamento social e precisávamos, no mínimo 50, 55%”, afirmou no quinta-feira.

A produção da TV Vitória/Record TV conversou, por telefone, com o presidente da Fecomércio, José Lino Sepulcri. Segundo ele, o comércio, de uma forma geral, estava com expectativa para reabertura com horários alternativos. Mas como houve registro de aumento no número de casos e mortes, o Governo recuou. Ainda segundo ele, pelo entendimento da Fecomércio, é necessário se policiar em termos de agravamento da situação e atender as recomendações do Governo. Sepulcri destacou que a expectativa é que até a próxima quarta ou quinta-feira, havendo diminuição nos números de casos e também em homenagem ao Dia das Mães, o Governo libere a abertura das lojas em caráter experimental.

Leia mais

Leia também