Casa de advogada é alvo de tiros no Espírito Santo

A casa de uma advogada foi alvo de tiros na noite de sexta-feira (9) em Iúna, no Sul do Espírito Santo.

De acordo com informações da Polícia Militar, a advogada contou que estava na sala, acompanhada do marido e da neta, quando os tiros atingiram a residência. Os disparos destruíram os vidros da sacada da casa e também objetos do interior. Ao todo, sete tiros acertaram a casa.

Tanto a advogada quanto a família dela conseguiram escapar sem ferimentos. Moradores das redondezas disseram aos policiais militares que os tiros foram realizados por dois homens que estavam em uma moto.

A Polícia Militar realizou buscas pela região, mas nenhum suspeito foi preso.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Espírito Santo (OAB-ES), José Carlos Rizk Filho, disse que há suspeita de que o atentado esteja relacionado com a prática da advocacia trabalhista. O presidente também ofereceu o serviço de segurança para a advogada.

“Existe uma grave suspeita de que o fato de ela ter ajuizado uma ação trabalhista possa ter culminado nesses fatos extremamente graves. A advocacia não tem medo e não vai se calar. Não existe esse tipo de intimidação. Nós oficiamos o governador e o secretário de Segurança para que haja uma apuração imediata desses fatos”, descreveu.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou uma equipe foi até a casa da advogada, onde realizou levantamentos de informações.

A residência também foi periciada e as vítimas prestaram depoimento na Delegacia Regional de Venda Nova do Imigrante.

Informações: G1

Leia mais

Leia também