Carteira de Trabalho Digital tem mais de 200 milhões de acessos

Carteira de Trabalho Digital tem mais de 200 milhões de acessos

São mais de 18,1 milhões de downloads e 23 milhões de trabalhadores beneficiados com o documento digital Foto: Agência Brasil

A carteira de trabalho digital simplificou a vida de trabalhadores e empregadores. A facilidade de ter o documento na palma da mão, via celular, e também com acesso pelo computador, fez com que o aplicativo da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) Digital ultrapassasse os 200 milhões de acessos de janeiro de 2019 a setembro de 2020.

Com o documento digital ficou mais simples para o trabalhador acompanhar seu contrato de trabalho, solicitar o seguro-desemprego, ver o calendário de pagamento do abono social, do benefício emergencial e até compartilhar as informações da carteira de trabalho para comprovar experiência profissional. São mais de 18,1 milhões de downloads e 23 milhões de trabalhadores beneficiados com o documento digital.

A bibliotecária Amanda Evangelistas da Costa precisou tirar a carteira de trabalho no final do ano passado e gostou da facilidade e rapidez do serviço. “Foi muito fácil emitir o documento. Pelo celular consegui resolver tudo. Pelo site do Portal do Cidadão conseguimos acompanhar todos os lançamentos na carteira de trabalho. É muito prático, muito fácil. Não precisa ir a uma agência do trabalhador para resolver seus problemas. Você consegue resolver tudo pelo celular. Agora tenho toda minha carteira no meu celular, pelo aplicativo, ou pelo computador”, relatou.

A carteira é o documento que registra a vida profissional do trabalhador e garante o acesso aos direitos trabalhistas previstos em lei. “Em média, são abertas 90 mil carteiras de trabalho por dia. Já foram mais de 23 milhões de trabalhadores beneficiados, destes 23 milhões, 18 milhões foram por meio de aplicativo mobile. Atualmente, é o aplicativo de governo mais baixado”, disse o coordenador de identificação e registro profissional da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Sérgio Barreto.

Carteira de Trabalho Digital

A nova versão da Carteira de Trabalho Digital foi lançada em setembro de 2019 e substitui o documento impresso. O coordenador detalhou que a Portaria 1.065, de setembro de 2019, que disciplinou a emissão da carteira em meio eletrônico, poupou tempo, trabalho e gastos aos cidadãos. “Tinha que ir em dia e hora marcado para colher foto, assinatura, biometria e abrir protocolo. Ao concluir esse primeiro atendimento, esse trabalhador era novamente agendado, no prazo de até 15 dias, para buscar o documento físico”, contou. “A diferença é enorme, estamos falando de um documento físico para um aplicativo que tem diversas funcionalidades”, afirmou.

Com as medidas restritivas impostas pela Covid-19, os postos de atendimento ao trabalhador ficaram fechados e aumentou a procura dos serviços oferecidos por meio da carteira de trabalho digital. “Já foram mais de 2,6 milhões de requerimentos de seguro-desemprego solicitados por meio da ferramenta somente neste momento de enfrentamento à Covid-19”, explicou Sérgio Barreto.

Simplificação para o trabalhador 

A carteira de trabalho digital é gratuita. Para obter o documento, é preciso ter em mãos o número do CPF e criar uma conta autenticada no gov.br

Via aplicativo móvel, está disponível nas versões Android e IOS.

ANDROID

iOS

Quem não tem dispositivo mobile pode ter acesso pela internet, por meio do site gov.br

Um passo a passo orienta quem quer obter o documento digital.

O número da carteira digital é o mesmo do CPF. Para o trabalhador, basta informar o número do CPF no momento da contratação. Para o empregador, as informações prestadas no eSocial substituem as anotações antes realizadas no documento físico.

Para casos excepcionais, a carteira de trabalho continua sendo emitida em forma física.

Quem já tinha a carteira de trabalho impressa, a orientação da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho é guardá-la, pois continua sendo um documento para comprovar o tempo de trabalho anterior.

Mesmo com a carteira de trabalho digital podendo mostrar contratos de trabalho antigos, é importante nesses casos conservar o documento original.

O Ministério da Economia tem um espaço para tirar as dúvidas do cidadão com respostas às perguntas mais frequentes sobre a carteira de trabalho digital.

Leia mais

Governo diz qual é o valor estimado do SALÁRIO mínimo para 2021

A Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da...

Após 30 anos juntos, aumentam rumores sobre a separação de Bruno e Marrone

Após um desentendimento durante a última live realizada...

De Prá desiste de candidatura a prefeito de Nova Venécia

Em contato mantido na noite deste sábado, dia 12, com a redação da Rede Notícia, o ex-prefeito por três mandatos, ex-deputado estadual e federal,...

Projeto que proíbe contingenciamento de verbas para ciência é “um avanço para o País”, afirma ministro Marcos Pontes

Aprovado recentemente pelo Senado Federal, em votação quase unânime, o Projeto de Lei Complementar 135/2020, que proíbe o governo de contingenciar verbas do Fundo...

Leia também

Ministério do Desenvolvimento Regional abre consulta para elaboração Carta Brasileira sobre Cidades Inteligentes

Até 7 de novembro, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) abre uma consulta pública para a elaboração dos objetivos estratégicos e das recomendações que...

LRF proíbe gestor de assumir despesas sem caixa suficiente

Diante da crise causada pela pandemia da Covid-19, o Congresso Nacional se viu obrigado a criar um socorro a estados e municípios para minimizar...

Usuários frequentes do SUS avaliam melhor os serviços de Atenção Primária à Saúde

Quem utiliza o Sistema Único de Saúde (SUS) com maior frequência avalia mais positivamente a qualidade dos serviços prestados na área de Atenção Primária...

Demora para escolher presidente da CMO atrasa votação de R$ 27,2 bilhões em créditos adicionais

A demora na Câmara dos Deputados para escolher o novo presidente da Comissão Mista de Orçamento (CMO) pode causar um certo impacto na economia...