Carne vendida com lacre de segurança chama atenção em supermercado do Espírito Santo

Consumidores se assustaram na manhã desta terça-feira (2) ao se depararem com lacres de segurança envolvendo peças de picanha nos freezers de um supermercado atacadista de Vitória. Alguns disseram que nunca viram situação parecida acontecer.

Na imagem é possível ver que uma das peças chega a custar R$ 110. O quilo da picanha custa R$ 73,97, de acordo com a etiqueta do produto. Somente esta carne estava com o lacre de segurança.

Ao lado da picanha, havia de um lado contrafilé, da mesma marca, por cerca de R$ 46 o quilo, e do outro filé mignon, de outra marca. Não é possível ver o preço do quilo do filé, mas em uma das peças é possível ver uma etiqueta com o preço de R$ 103. Nenhum dos outros cortes, a não ser a picanha, têm o lacre de segurança.

As irmãs Mariana Lima e Andreia Lima foram ao local fazer compras no início da tarde desta terça e se assustaram com o lacre de segurança no produto. Disseram que se sentiram constrangidas.

“É constrangedor, tudo tem limite. Não acredito que uma pessoa chegue a esse. Vou colocar essa carne dentro da roupa?”, questionou Mariana. “Esse supermercado controla quem entra, tem que pagar anuidade, são sócios. É constrangedor ver que tem um alarme piscando em um pedaço de picanha”, definiu Andreia.

Informações: G1

Leia mais

Leia também