Capixaba pede “socorro” para sair da Ucrânia após início de ataques da Rússia

Compartilhe

Morando com a famíia há dois anos na Ucrânia, a capixaba Lyarah Vojnovic, pede ajuda ao governo brasileiro para deixar o país europeu após a Rússia ordenar o início de ataques militares. A reportagem é de Maíra Mendonça e Marcella Andrade, do g1 ES.

Em vídeo publicado nas redes sociais, a influencer cristã relatou o clima de apreensão no país.

“Os noticiários estão dizendo que já está tudo certo e calmo, só que não. Nós ainda estamos presos num hotel e ninguém dá uma posição sobre o que fazer ou se a gente já pode sair. É desesperador ver nossos filhos, as pessoas que estão se abrigando aqui. Eu saí da minha casa correndo, não consegui pegar os meus cachorros. É muito difícil para nós e como para a nossa família que vive no Brasil. Peço ajuda e a oração de vocês”.

Lyarah e sua família são do Espírito Santo. Ela é casada com Maycon, que atua como volante do time de futebol ucraniano Shakhtar Donetsk. Há dois anos, o casal se mudou para Ucrânia, onde vivem com os dois filhos. No entanto, além deles, os pais de Maycon também estão presos no país europeu neste momento.

O pai de Lyarah, Marcelo Vojnovic, que está no Espírito Santo, conta que o time de futebol levou todos os jogadores e suas famílias para o sótão de um hotel, onde todos estão abrigados neste momento. No entanto, a comunicação tem sido difícil. Por isso, a família tem passado o dia de prontidão, próxima ao telefone.

“Estou acordado desde ontem, quando começou a invasão dos russos. Se eles soubessem disso antes, já teriam saído há muito tempo, mas a embaixada falou que estava tudo tranquilo e que não aconteceria nada” relatou Marcelo.

O pai diz que recorreu à embaixada brasileira. “Eles falaram que não podem fazer nada. Existem várias famílias, não só a nossa, que também estão suplicando por esse socorro das autoridades brasileiras. Todos estão lá a trabalho e precisamos de uma resposta”.

Ataques

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, autorizou a invasão à Ucrânia a partir de uma ação militar no leste do país, onde ficam as regiões separatistas reconhecidas pelos russos como independentes: Donestsk e Luhansk.

De acordo com lideranças europeias, o ataque é um dos piores momentos da Europa desde a 2ª Guerra Mundial.

Há imagens de explosões e movimentações de tanques em diferentes cidades ucranianas.

Putin disse às forças ucranianas que deponham as armas e voltem para casa.

“Quem tentar interferir, ou ainda mais, criar ameaças para o nosso país e nosso povo, deve saber que a resposta da Rússia será imediata e levará a consequências como nunca antes experimentado na história”, ameaçou.

Nesta tarde, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou sanções e descartou lutar contra a Rússia na Ucrânia.

A capixaba Lyarah Vojnovic mora na Ucrânia com o marido e os filhos — Foto: Reprodução/Instagram
A capixaba Lyarah Vojnovic mora na Ucrânia com o marido e os filhos — Foto: Reprodução/Instagram

 

Leia também

Como melhorar foco e concentração? Confira oito dicas

Às vezes, temos a sensação de que nossa memória já não é mais a mesma, que estamos mais...

Secretaria de Transportes e Estrada constrói passador de gado em granito no córrego do Itá

A Secretaria Municipal de Transportes e Estradas (Semte), construiu nesse sábado, 21, um passador de gado, em escória...

Rubens Barrichello chega aos 50 na ativa e vê família perpetuar legado

Aos 50 anos, celebrados nesta segunda-feira (23), Rubens Barrichello continua acelerando. Não mais na Fórmula 1, maior categoria do automobilismo...

Espírito Santo divulga lista de aprovados em cursos de qualificação profissional gratuitos

  O governo do Espírito Santo divulgou os classificados para as 1.760 vagas presenciais do programa Qualificar ES, com...

Acadepol realiza curso prático de tiro e direção defensiva

  A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Academia de Polícia Civil (Acadepol), deu início, nesta...

ALIMENTOS: Projeto que facilita irrigação para produção visa driblar estiagem

Definir obras de infraestrutura de irrigação e dessedentação animal como de utilidade pública é garantir um diferencial na...