Capixaba é notícia em todo o país após arrancar faixas de homenagem às vítimas do Coronavírus; vídeo

As faixas, que faziam críticas ao governo federal, haviam sido colocadas no calçadão da Praia de Camburi e foram retiradas pela mulher na manhã deste domingo (21).

Uma mulher interrompeu um protesto que acontecia na manhã deste domingo (21) na Praia de Camburi, em Vitória, em homenagem às vítimas da Covid-19 ao retirar faixas que haviam sido fixadas pelos manifestantes. As faixas continham críticas ao governo federal e pediam a saída do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e do vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB).

A notícia repercutiu em todo o país, ganhando destaque nos principais noticiários. O vídeo abaixo foi publicado no portal UOL.

No vídeo, gravado por manifestantes e quem tem circulado pelas redes sociais, a mulher, que caminhava pelo calçadão da orla sem máscara de proteção, aparece retirando as faixas e carregando-as.

Coloca na varanda da sua casa, aqui na praia não“, diz a mulher. Em outro momento, enquanto discutia com um grupo de manifestantes, ela afirma que o que estava fazendo era a “democracia“.

Nos cartazes estava escrito: “Necropolítica fascista já matou mais de 50 mil pessoas no Brasil. #Fora Bolsonaro #Fora Mourão”.

Organizado pelo Fórum Capixaba de Defesa da Vida dos Trabalhadores e Trabalhadoras em parceria com outras entidades, o protesto realizado na manhã deste domingo tinha o objetivo de homenagear os mortos pelo coronavírus no Espírito Santo, que já chegam a quase 1,3 mil. Por isso, 130 cruzes foram fixadas na areia da Praia de Camburi.

Lula Rocha é coordenador do Círculo Palmarino, uma das organizações que participaram da homenagem. Segundo ele, para além de lembrar as vítimas, o objetivo da manifestação era protestar contra as medidas de flexibilização do isolamento social adotadas pelo governo estadual de Renato Casagrande (PSB), além de criticar a forma como o governo federal vem conduzindo as políticas em relação ao tema.

“A ideia era dialogar com os meios de comunicação e com as pessoas que passavam pelo local. Mas fomos surpreendidos por esse ato de intolerância, de violência por parte dessa senhora. Consideramos esse ato totalmente antidemocrático e desrespeito à memória das vítimas”, pontuou Lula.

Segundo ele, as entidades organizadoras do protesto ainda avaliam se entrarão ou não com uma representação na Justiça em relação ao caso.

A mulher que aparece nas imagens não foi identificada.

G1 / Globo.com

CNN Brasil

Leia mais

Rotary Distrito 4751 doa EPI’s à Secretaria de Saúde de Nova Venécia

O Rotary Club de Nova Venécia, presidido por...

Sejus recebe representantes de esposas e familiares de presos

Os cuidados que o momento de pandemia da Covid-19 demanda fez com que a Secretaria da...

Governo oferece crédito sem burocracia para empreendedores atingidos pelas chuvas

Jhon Martins A retomada do desenvolvimento econômico por...

Comércio de Boa Esperança reabre nesta quarta-feira, às 8h

O comércio de Boa Esperança voltará a funcionar...

Leia também

Homem que ameaçava família é preso com arma de fogo em Barra de São Francisco

  Na noite desta segunda-feira (06.07), militares da patrulha rural e motopatrulha se deslocaram para o Córrego do São João, município de Barra de São...

Bolsonaro diz que testou positivo para a Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta terça-feira (7)...

Galpão de reciclagem da prefeitura de Boa Esperança é destruído em incêndio

Um incêndio por volta das 23h30 desta segunda-feira...