Capes manterá mais de 90 mil bolsas de pós-graduação no país

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) manterá, de forma integral, as mais de 90 mil bolsas de mestrado, doutorado e pós-doutorado que concede atualmente no país. A Fundação não interrompeu a vigência desses auxílios, tem feito os pagamentos sem atraso e permitido a substituição de bolsistas normalmente.

Apesar do ambiente de restrições – geradas pelo novo coronavírus -, a Capes não cortará bolsas em 2021. A Fundação continuará a fomentar os estudos dos pós-graduandos tanto nas cotas institucionais quanto nos programas estratégicos induzidos.

Com isso, ações como o Programa de Combate a Epidemias continuam a funcionar normalmente. A Capes já concedeu 1.959 das 2.600 bolsas e investiu R$ 53,7 milhões dos R$ 200 milhões previstos para os quatro anos da iniciativa, por meio da qual a agência estimula pesquisas sobre a Covid-19 e outras doenças.

Além de manter os benefícios, a Capes prorrogou 36.536 bolsas de mestrado e de doutorado ativas no Brasil por até seis meses, de forma excepcional, por causa da crise sanitária.

Capes manterá mais de 90 mil bolsas de pós-graduação no país

A Fundação continuará a fomentar os estudos dos pós-graduandos Foto: Capes


Leia mais

Leia também