Capes libera mais 850 bolsas de estudo sobre epidemias

Capes libera mais 850 bolsas de estudo sobre epidemias

Programa Estratégico de Prevenção e Combate a Surtos, Endemias, Epidemias investe R$ 200 milhões em pesquisas.
– Foto:
Sayonara Moreno/Agência Brasil

O Ministério da Educação (MEC), por meio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), liberou na quarta-feira (15) mais 850 bolsas pelo Programa Estratégico de Prevenção e Combate a Surtos, Endemias e Epidemias. Pacote inclui, ao todo, 2,6 mil bolsas. Com isso, todas as linhas de pesquisa já foram disponibilizadas.

Das 850 vagas, 300 são para cursos de exatas, tecnologia e multidisciplinares (destinadas aos cursos com notas 5, 6 e 7, as mais altas na avaliação da Capes) e 550 para projetos sobre reposicionamento e desenvolvimento de fármacos, produtos imunológicos, telemedicina e análise avançada de dados médicos.

A expectativa é que as pesquisas ajudem no desenvolvimento de tecnologias, equipamentos de proteção individual (EPIs) e monitoramento e mapeamento de surtos. Além dos 30 projetos de pesquisas, anunciados no dia 2 de abril, com investimento de R$ 345 mil por ação, a instituição vai permitir mais 57 propostas extras – com ajuda de custeio no valor de R$ 100 mil, cada.

Os temas incluem:

    • Reposicionamento de fármacos;
    • Desenvolvimento de vacinas e produtos imunobiológicos ;
    • Desenvolvimento de modelos animais e ensaios in vitro para o estudo do SARS-CoV-2;
    • Protótipos de fármacos antivirais, estudos e desenvolvimento de testes rápidos para o novo coronavírus ; e
    • Detecção da doença em animais e as inter-relações com humanos.

 

Os pesquisadores deverão desenvolver sistemas inteligentes para auxiliar consultas e tomadas de decisões médicas de forma remota, processamento de imagens e reconhecimento de padrões na interpretação de exames, ferramentas para diagnóstico e técnicas de análise de dados e inteligência artificial, além de outras para monitoramento, controle e prevenção de endemias e epidemias. “Formar mestres e doutores na grande área de Ciências da Vida é fundamental na contribuição da saúde coletiva e prevenção de doenças infecciosas em geral que afetam há anos o Brasil”, afirma o presidente da Capes, Benedito Aguiar.

O conjunto de ações de apoio a projetos, via editais, e as ações emergenciais, compõem o Programa Estratégico de Prevenção e Combate a Surtos, Endemias, Epidemias e importam em investimento de R$ 200 milhões e distribuição de 2,6 mil bolsas de estudo. O programa de combate às epidemias faz parte de uma série de esforços do Governo Federal na contenção da disseminação do vírus pelo País. Com a iniciativa, será possível preparar a comunidade científica para trabalhar em soluções para situações-limite. 

Leia mais

Corpo de Bombeiros alerta para o aumento de casos de incêndios em vegetação

O município de Nova Venécia tem sofrido nos últimos dias com a grande incidência de incêndios em vegetação. Com a alta nos números, em...

Suspeito de assassinato é preso um dia após crime em Guarapari

Uma operação conjunta das polícias Civil e Militar...

RS alcança topo em índice de isolamento no País

O estado gaúcho alcançou o topo no ranking nacional em termos de isolamento social no combate ao avanço da pandemia do novo coronavírus. Entre...

Policiais detém homem colocando motocicleta em seu veículo em Mantena

Na manhã da última terça feira, (10/03/2020), policiais de Mantena ...

Leia também

Colatina: mulher é espancada na frente dos filhos e escreve bilhete para pedir socorro

Um homem, de 25 anos, foi detido após espancar e manter a esposa presa dentro de casa, em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo....

Congresso Nacional estabelece R$15 bilhões extras para combate à pandemia

Mais R$15 bilhões de reais serão injetados na conta de estados, municípios e Distrito Federal para ajudar no combate à pandemia da Covid-19. É...

Covid-19: R$ 319 mi serão transferidos a municípios com povos e comunidades tradicionais

Por meio de portaria, o Governo Federal vai transferir cerca de R$ 319 milhões a municípios de todos os estados do país e o...

Mudanças no ensino médio são previstas pelo Inep

Neste mês foi instituída a Comissão de Assessoramento Técnico-Pedagógico para a Avaliação do Novo Ensino Médio da Diretoria de Avaliação da Educação Básica (Daeb),...